CONTADOR DE VISITAS

contador de acessos

Funk Gospel- Novas 2016-2017

FUNK E NOVO SOM

funk gospel e infantil

MX GOSPEL

HINOS JUDAICOS E ROMANTICAS

FUNK GOSPEL- VARIOS

MUSICAS MESSIANICAS

MELODY E VARIAS

VIDEO DO POKEMON

ESTUDO-INFERNO

Jogos para voce

ORIENTE MÉDIO

TURMINHA DA GRAÇA E MIDINHO

OS TRAPALHOES E A PRINCESA XUXA

Os trapalhoes-vol. 2

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAPOLIN

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAVES

DE GRAÇA RECEBESTE, DE GRAÇA DAI!!!!.

DE GRAÇAS RECEBESTES,DE GRAÇA DAI-MT10.8

ESTUDO-Jo 3.16

ESTUDO SOBRE ADORAÇÃO

INFANTIL

HINOS JUDAICOS

FUNK GOSPEL E ROMANTICAS 03

JOGO DE PERGUNTAS BÍBLICAS

CLIQUE PARA RESPONDER AS PERGUNTAS Coloque este widget em seu blog

FUTEBOL COM CARROS

JOGO ATIRE NAS GARRAFAS

JOGO DA BALEIA

JOGO DA BALEIA

Jogo pac man

JOGO BASKET

JOGO blast

JOGO MAGNETO

JOGO DE CORRIDA

Corrida Bíblica–o game

JOGO DA VELHA 02

Mais Jogos no Jogalo.com JOGO DA VELHA 02

JOGO BÍBLICO DE PERGUNTAS

Noticias g1

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS 02

LEITURA EM INGLÊS 02

NOVO SOM E DIVERSOS

funk gospel e musica judaica 02

ROMANTICASM JUDAICA E FUNK GOSPEL

RELÓGIO COM MENSAGEM

ROMANTICAS E FUNK GOSPEL

ROMANTICAS E FUNK GOSP. 02

ROMANTICAS GOSPEL

FUNK GOSPEL 25

FUNK GOSPEL 24

FUNK GOSPEL23

FUNK GOSPEL 22

FUNK GOSPEL 21

funk gospel 20

FUNK 19

/>

funk gospel 18

FUNK GOSPEL 16

FUNK GOSPEL 15

FUNK GOSPEL 14

GOSPEL FUNK 17

Prof. Marcio de Medeiros--ESTUDO SOBRE O INFERNO

NOTICIAS DE CONCURSOS

BEM ESTAR -GNT

FILME-A ÚILTIMA BATALHA

BATE PAPO CRISTÃO

Qual é a sua avaliação sobre este blog?

Formulario de autoresposta


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


NOVO SOM-ROMANTICAS

FUTEBOL 03

Placares oferecidos por futebol.com

FUTEBOL 04

Tabela futebol Brasileirão Serie A oferecida por Futebol.com

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF-SEMINARIO TEOLÓGICO FILADÉLFIA-J. BOM PASTOR-BELFORD ROXO-RJ

CAIXA DE CURTI FANPAGE

CUMPRIMENTO AO VISITANTE

link me

Prof Marcio de Medeiros

Por favor coloque este codigo em seu site ou blog e divulgue o nosso blog

NOTÍCIAS RIO

REDECOL NOTICIAS




NOTICIAS

G1 NOTICIAS

G1 NOTICIAS

MENTE MILIONARIA

MENTE MILIONARIA-COMO SER BEM SUCEDIDO FINANCEIRAMENTE
CLIQUE E ASSISTA!!!!

PROP. DA PAGINA NO FACE04

BUSCA DE EMPREGOS

BATIDAO GOSPEL 10

FUNKS DIVERSOS 11

BATIDÃO GOSPEL12

FUNK GOSPEL 13

Batidao 09

BATIDAO 08

BATIDÃO 07

BATIDÃO GOSPEL 06

BATIDÃO GOSPEL 3

BATIDÃO GOSPEL 4

BATIDÃO GOSPEL 07

BATIDÃO GOSPEL

BATIDÃO GOSPEL 2

BATIDAO GOSPEL 05

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE

SITE DE ENTRETENIMENTO

UTILITARIOS EM GERAL

CALENDARIO E JESUS

CALENDÁRIO E PAISAGEM

musicas do c.c e da harpa

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 03

BANNER DO SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ENTRETENIMENTO

MENSAGEM PARA VOÇÊ 2

SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ASSUNTOS BÍBLICOS

SITE DE CULTURA

DESENHO DA CRIAÇÃO E DE NOÉ

DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A ARCA DE NOÉ-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO SOBRE JOSUÉ

DESENHO SOBRE JOSUÉ-CLIQUE PARA ASSISTIR.

DESENHO SOBRE MOISÉS

DESENHO SOBRE MOISÉS-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO-O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS-CLIQUE PARA ASSSITIR

FILME-INFERNO EM CHAMAS

FILME O INFERNO EM CHAMAS

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 02

DA LINK SA PAG.DO FACE DO BLOG

AULA DE BIBLIOL.SETEF-07/05/13

AULA DE BIBLIOLOGIA-DATA:07/05/13- MINISTRADA DO SEMINARIO SETEF

Pag do facebook 02

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

162-O SERVO

  O que significa ser servo de Deus?


Todo crente tem grande prazer em declarar que é um servo(a) de Deus. Mas nem todos refletem nos privilégi­os que isto encerra, na importância que isto confere e na responsabilidade que isto significa. O privilégio do crente ser filho de Deus pela fé em Jesus é indi­zível, pois faz parte da família de Deus.
A imensurável importância do cren­te como servo de Deus, destaca-se ao considerarmos o fato de Cristo ser cha­mado de Servo de Deus, (Is 42.1; 52.13 e Fp 2.7).
Precisamos contemplar a vida e o trabalho de Jesus como Servo Modelo. Quanto à responsabilidade do crente como servo de Deus, está a sua obedi­ência irrestrita à vontade do Senhor. "Não servindo à vista como para agra­dar aos homens, mas como servos de Cristo, fazendo de coração a vontade de Deus", Ef 6.6.
O crente torna-se filho de Deus pela fé (Jo 1.12 e Ef 2.8) e toma-se seu servo por amor. O tal obedece ao Senhor e para Ele trabalha impulsionado pelo amor que de Deus recebeu e que para Ele retorna como adoração, consagração, comunhão e serviço, uma vez que o amor sempre requer um objeto para tor­nar-se ativo. Tal servo é o inverso do mercenário, que trabalha apenas por lucro, interesse e conveniências pessoais.
Impressionante o fato por Deus dirigido, que na promulgação da lei divina no monte Sinai, logo após o seu preâm­bulo (Ex 20), o primeiro assunto é o do servo (Ex 21). E servo por amor (v5), e por isso servo "para sempre" (v6).
O conceito bíblico de servo vem do Antigo Testamento e nele também está o conceito de redenção do servo ou es­cravo. Esses dois lados de um mesmo assunto estão bem patentes no AT. Por outro lado, a revelação divina de servo de Deus é vista através do Novo testa­mento, a começar pelos ensinos de Je­sus sobre servo, e daí prossegue até Apocalipse 22.3,6, onde a figura do servo aparece nas últimas palavras da Bíblia. Ainda reportando-nos ao AT sobre os servos, no estupendo milagre divino do êxodo de Israel, quando Deus com mão poderosa o resgatou do cati­veiro egípcio, temos aí o princípio fun­damental do servo e seu serviço (Ex 6.6 e Dt 15.15).
Na exposição da doutrina do servo, o NT emprega vários termos no origi­nal, sendo dois deles de maior peso. Os demais são complementares.
O servo em relação ao seu Dono, Deus. Nesse caso o termo é doulos, que aparece repetidamente no NT. É o ser­vo em relação ao seu Redentor e Se­nhor, para fazer a sua vontade; como propriedade, por Ele adquirida. Alguns desses textos em que aparece o servo como doulos (Mt 25.21,23; 20.27; At 2.18; Rm 1.1 e Fp 1.1, a idéia, não o terno propriamente dito, está patente em muitas outras passagens como Êxodo 15.16; 19.5; Mt 20.28; Atos 20.28; Hb 9.28; Ef 1.7; l Co 6.20;
I Pedro 2.9 e Apocalipse 5.9.
O servo em relação ao seu trabalho para Deus, o terno original é diako­nos; isto é, servo em relação ao traba­lho que executa para seu senhor. Tra­balho abundante, de bom gosto, boa vontade, prazeroso, bem acabado, no prazo determinado e conforme as or­dens recebidas. Crentes há que em re­lação ao Senhor - como amo - são exemplos de testemunho, firmeza, per­severança, comunhão, adoração. Mas quanto a serviço para Deus são negli­gentes, descuidados, desorganizados, improvisadores e irreverentes.
Nos dias bíblicos o servo era como diakonos, que na casa do seu senhor executava todos os trabalhos, inclusi­ve os mais humildes e comezinhos, como levar e trazer recados, cuidar da copa, da cozinha, dos bens de seu senhor, animais domésticos, rachar lenha, manter o fogo aceso, tirar água e carregá-Ia para a família. Alguns prin­cipais textos em que aparece o servo como diakonos no original (Mt 20.26,28; l Tm 4.6; II Tm 4.11; Ef 3.7; Fp 1.1; 2.7 e 1 Ts 3.2.
O servo em relação a si mesmo no original é huperetes; e está relaciona­do ao desempenho do diakonos. Huperetes designava nas embarcações comerciais da época, o remador escra­vo, da terceira fileira de remadores (a última, de cima para baixo) nos navios trirremes. O trabalho dos huperetes não era visto, por ficar ele muito abaixo, na embarcação. Seu trabalho era hu­milde, pesado, mourejante e requeria o máximo das forças desses trabalha­dores. O termo huperetes aparece em relação a servo em Mateus 26.58; Lucas 4.20; Atos 26.16; Coríntios 4.1 e Marcos 15.54,65.
O servo em relação ao povo em ge­ral é o crente como servo de Deus em relação à sua congregação. Trata-se de leitourgeo, como aparece em Atos 13.2; 9.21; Romanos 15.16 e Filipenses 2.17. Daí vem o nosso "liturgia", liga­do ao culto coletivo cristão. Portanto, leitourgeo é o crente como servo em relação ao culto religioso.
O servo e seu culto pessoal é latreuo e está relacionado à sua adoração a Deus. Desse termo vem latria (adora­ção). Latria no original aparece em Lucas 2.37; Atos 27.23 e II Timóteo 1.3.
O servo como uma pessoa do lar é oiketes, relacionado a doulos, mas vol­tado para a família. Crente como ser­vo de Deus, há mais de um, mas, como filho, não. Deus não tem afilhados, pre­diletos, favoritos. Que tipo de servo somos nós?
Em Lucas 17.10 Jesus nos instruiu que após fazermos tudo o que nos for ordenado, devemos considerar-nos como servos inúteis (diakonos, no ori­ginal). Sem qualquer méritos em nós mesmos. Noutras palavras: Deus nun­ca será nosso devedor. Nós é que de­vemos tudo a Ele. O termo "inútil" corresponde a "desprovido de mérito adquirido".
Devemos tanto a Deus, que na exe­cução do seu trabalho, seja ele qual for, nunca iremos além do nosso dever; nun­ca atingiremos a área do mérito. Para servimos a Deus, é Dele mesmo que nos vem a graça, capacidade, dons e recur­sos. Mesmo que façamos o melhor, es­taremos sempre em falta com Ele.
O crente não será julgado diante de Deus como filho (quanto a salvação), mas como servo (quanto a serviços, obras). O crente como filho deve jul­gar-se a si mesmo, através da Palavra (I Co 11.31-32). Nesse julgamento prestaremos contas de nosso tempo, li­berdade cristã, responsabilidade e talentos recebidos de Deus. Quase todo crente pensa que no dia do julgamento da Igreja haverá somente galardões de Jesus para os seus, mas não é bem isso que a Bíblia revela, se examinarmos o assunto com mais cuidado.
Fomos graciosamente resgatados da miserável servidão do pecado, por pre­ço incalculável, o do sangue precioso de Jesus, (I Pd 1.18-19). Somos para sempre devedores a Deus e temos que nos render voluntária e plenamente a Ele como Redentor. Por nossa plena submissão como servos é que desfruta­mos da verdadeira liberdade espiritual (Ef 6.6).
Essa elevada posição será eterna na glória celestial, enquanto aqui, cargos e posições como pastor, presidente da igre­ja, gerente, diretor, administrador, profes­sor, dirigente, muda de vez em quando.
No céu, conforme Apocalipse 22.3, não seremos conhecidos como diácono, presbítero, evangelista, pastor, escritor, cantor, bispo etc, mas como servos. "E nela estará o trono de Deus e do Cor­deiro, e os seus servos o servirão".
Servos de Cristo
Hoje em dia não esta em voga, ou na moda falar em servo, serviço cristão, submissão etc. Claro que tem um motivo para isso, e o motivo principal é justamente porque pregamos a liberdade, o livre arbítrio e as bênçãos de Deus, essa pregações são louváveis e dignas de toda a aceitação. Contudo a pregação do estilo “servo” aparentemente é contraria a liberdade principalmente pelo conceito de servo que a Bíblia coloca:
Servo no grego é “
DOULOS”, e no aramaico é “EVED” que significam “escravo”. Os escravos não tinham vontade própria, nem direito a preferências, nem qualquer papel na família ou sociedade. Eram tão somente propriedades do Senhor. Veja alguns conceitos abaixo:
Servo - Diz-se de quem não é livre; que não pertence a si mesmo. Que presta serviços de criado; doméstico, serviçal, servidor. Escravo. Escravo - Que, ou o que vive em absoluta sujeição a um senhor. Que, ou aquele que está dominado por uma paixão ou por qualquer força moral: Escravo dos seus deveres. Jornaleiro - Trabalhador a quem se paga jornal (jornada de trabalho), Trabalhador assalariado.
Na verdade ninguém é livre – todos somos servos.
Não sabeis que daquele a quem vos apresentais como servos para lhe obedecer, sois servos desse mesmo a quem obedeceis, seja do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?
Mas graças a Deus que, embora tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues; e libertos do pecado, fostes feitos servos da justiça. Romanos 6: 16-18

O servo que a Bíblia relata como servo de Deus é justamente o servo de Êxodo 21:5-6
Mas se esse servo expressamente disser: Eu amo a meu senhor, a minha mulher e a meus filhos, não quero sair forro; então seu senhor o levará perante os juízes, e o fará chegar à porta, ou ao umbral da porta, e o seu senhor lhe furará a orelha com uma sovela; e ele o servirá para sempre.
Este tipo de Escravo era aquele que não desejava deixar o seu dono quando a sua servidão havia terminado. Portanto, ele oferecia-se a seu dono, para servi-lo pelo resto da sua vida. Um homem livre podia “escolher a escravidão”, mas nenhum escravo poderia escolher a “liberdade”. Uma vez que um homem escolhia se tornar um Escravo, essa escolha era irrevogável. Ele era marcado pelo seu dono (um furo na orelha) e não tinha mais nenhum direito de viver para si mesmo. A associação primária do servo que Deus quer não é o de estar submetido, mas a de pertencer ao Senhor e estar protegido por ele.
A única diferença essencial na relação do servo de homens e do pecado e Deus consiste em que o servo de um homem e do pecado significa uma gravíssima diminuição da existência, enquanto que ser servo de Deus significa sempre ter um bom Senhor. Nunca pode significar escravidão em sentido negativo.
Somos servos inúteis
Assim também vós, quando fizerdes tudo o que vos for mandado, dizei: Somos servos inúteis; fizemos somente o que devíamos fazer. Lucas17:10
O servo inútil a qual fala o versículo e o servo a quem nada se deve, que cumpre os seus deveres. Aqui inútil não é no sentido de não prestar para nada, folgado, que não serve para o serviço ou que não sabe fazer o serviço, pois o servo fazia tudo para o seu senhor. Esse servo e alguém a quem o Senhor não deve agradecimento ou favor. Alguém a quem o Senhor não fica “obrigado” para com o seu servo, quando este cumpre todas as suas ordens, pois ele não fez mais do que a sua obrigação de servo. O servo trabalha movido por um senso de dever e lealdade, e não com a esperança de ganhar recompensas. De fato, depois de ter cumprido todas as ordens (Aqui o servo era vaqueiro, agricultor e também cozinheiro), ele diz: “Nada me devem; cumpri apenas o meu dever”.
Jesus exemplo de servo
Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus, o qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz.
Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que é sobre todo nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai. Filipenses 2: 5-11

Jesus é chamado varias vezes de “Servo do Senhor” A
tos 3:13,26; Atos 4:27,30; Isaias 53:11, além do versículo acima.
Jesus é o Senhor, verdadeiramente!!! Porém Ele nós da vários exemplo de como devemos ser, como devemos servir, veja o exemplo dEle lavando os pés dos discípulos,
João 13:1-17.
Fomos todos criados para o serviço
Tomou, pois, o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Édem para o lavrar e guardar. Gênesis 2:15
O primeiro serviço que Deus designou ao homem foi justamente guardar e lavrar o jardim do Édem, ou seja, a vocação do homem é para o trabalho e não para o ócio, aliás o ócio não é recomendado nem sugerido nunca no reino de Deus. Sendo assim todo ser humano deve exercer uma atividade produtiva o preguiçoso é duramente condenado na Bíblia, desagradando muito a Deus.
Servo é para servir
Ali não haverá jamais maldição. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão, e verão a sua face; e nas suas frontes estará o seu nome. Apocalipse 22:3-4
A Bíblia é clara fomos criados para servir, e Deus gosta do trabalho, de atividade, sendo assim sempre existirá trabalho para os servos de Deus, engana-se quem acredita que os salvos ficarão no paraíso fazendo nada, só cantando e sendo servido pelos anjos. Inclusive o julgamento para a salvação também levará em consideração o que o servo tem feito sobre a terra. Veja a parábola das ovelhas e dos cabritos
Mateus 25: 31-46. Também a parábolas dos talentos, Mateus 25: 14-30, na qual é julgado o que o servo fez.Se alguém me quiser servir, siga-me; e onde eu estiver, ali estará também o meu servo; se alguém me servir, o Pai o honrará. João 12:26
Conclusão
Disse-lhe o seu senhor: Muito bem, servo bom e fiel; sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor. Mateus 25:21
O servo é para servir e ninguém é livre totalmente, ou você é servo de Deus ou é servo do pecado, do diabo ou do mundo. O importante é você estar preparado e se achar servindo sempre a Deus, pois quando Ele for te julgar a pergunta vai ser simples.
Você serviu? Se serviu, então serve para entrar no Reino dos Céus. Se não serviu no mundo a Deus, não serve.
Então: Você serve? Então serve! Se você não serve. Não serve!
Agora a pergunta é você que responde
Você serve?


 FONTE:
http://www.searadecristo.com.br
http://www.jacuipenoticias.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OLA!.EU SOU MARCIO DE MEDEIROS-PROF.DO SETEF,SEJA BEM VINDO AO NOSSO BLOG.JESUS TE AMA E MORREU POR VOÇÊ!!!.
TEMOS,1 SITE DESTINADO A CULTURA GERAL , OUTRO SITE DESTINADO À ASSUNTO BÍBLICOS E UM OUTRO SITE DESTINADO À ENTRETENIMENTO,TEMOS:JOGOS,FILMES,DESENHOS ETC.USE OS LINKS ABAIXO PARA VISITAREM OS SITES.TEMOS 3 SITES E 1 BLOG.BOM PROVEITO!.

https://sites.google.com/
http://www.prof-marcio-de-medeiros.webnode.com/
http://profmarcio.ucoz.com