CONTADOR DE VISITAS

contador de acessos

Funk Gospel- Novas 2016-2017

FUNK E NOVO SOM

funk gospel e infantil

MX GOSPEL

HINOS JUDAICOS E ROMANTICAS

FUNK GOSPEL- VARIOS

MUSICAS MESSIANICAS

MELODY E VARIAS

VIDEO DO POKEMON

ESTUDO-INFERNO

Jogos para voce

ORIENTE MÉDIO

TURMINHA DA GRAÇA E MIDINHO

OS TRAPALHOES E A PRINCESA XUXA

Os trapalhoes-vol. 2

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAPOLIN

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAVES

DE GRAÇA RECEBESTE, DE GRAÇA DAI!!!!.

DE GRAÇAS RECEBESTES,DE GRAÇA DAI-MT10.8

ESTUDO-Jo 3.16

ESTUDO SOBRE ADORAÇÃO

INFANTIL

HINOS JUDAICOS

FUNK GOSPEL E ROMANTICAS 03

JOGO DE PERGUNTAS BÍBLICAS

CLIQUE PARA RESPONDER AS PERGUNTAS Coloque este widget em seu blog

FUTEBOL COM CARROS

JOGO ATIRE NAS GARRAFAS

JOGO DA BALEIA

JOGO DA BALEIA

Jogo pac man

JOGO BASKET

JOGO blast

JOGO MAGNETO

JOGO DE CORRIDA

Corrida Bíblica–o game

JOGO DA VELHA 02

Mais Jogos no Jogalo.com JOGO DA VELHA 02

JOGO BÍBLICO DE PERGUNTAS

Noticias g1

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS 02

LEITURA EM INGLÊS 02

NOVO SOM E DIVERSOS

funk gospel e musica judaica 02

ROMANTICASM JUDAICA E FUNK GOSPEL

RELÓGIO COM MENSAGEM

ROMANTICAS E FUNK GOSPEL

ROMANTICAS E FUNK GOSP. 02

ROMANTICAS GOSPEL

FUNK GOSPEL 25

FUNK GOSPEL 24

FUNK GOSPEL23

FUNK GOSPEL 22

FUNK GOSPEL 21

funk gospel 20

FUNK 19

/>

funk gospel 18

FUNK GOSPEL 16

FUNK GOSPEL 15

FUNK GOSPEL 14

GOSPEL FUNK 17

Prof. Marcio de Medeiros--ESTUDO SOBRE O INFERNO

NOTICIAS DE CONCURSOS

BEM ESTAR -GNT

FILME-A ÚILTIMA BATALHA

BATE PAPO CRISTÃO

Qual é a sua avaliação sobre este blog?

Formulario de autoresposta


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


NOVO SOM-ROMANTICAS

FUTEBOL 03

Placares oferecidos por futebol.com

FUTEBOL 04

Tabela futebol Brasileirão Serie A oferecida por Futebol.com

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF-SEMINARIO TEOLÓGICO FILADÉLFIA-J. BOM PASTOR-BELFORD ROXO-RJ

CAIXA DE CURTI FANPAGE

CUMPRIMENTO AO VISITANTE

link me

Prof Marcio de Medeiros

Por favor coloque este codigo em seu site ou blog e divulgue o nosso blog

NOTÍCIAS RIO

REDECOL NOTICIAS




NOTICIAS

G1 NOTICIAS

G1 NOTICIAS

MENTE MILIONARIA

MENTE MILIONARIA-COMO SER BEM SUCEDIDO FINANCEIRAMENTE
CLIQUE E ASSISTA!!!!

PROP. DA PAGINA NO FACE04

BUSCA DE EMPREGOS

BATIDAO GOSPEL 10

FUNKS DIVERSOS 11

BATIDÃO GOSPEL12

FUNK GOSPEL 13

Batidao 09

BATIDAO 08

BATIDÃO 07

BATIDÃO GOSPEL 06

BATIDÃO GOSPEL 3

BATIDÃO GOSPEL 4

BATIDÃO GOSPEL 07

BATIDÃO GOSPEL

BATIDÃO GOSPEL 2

BATIDAO GOSPEL 05

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE

SITE DE ENTRETENIMENTO

UTILITARIOS EM GERAL

CALENDARIO E JESUS

CALENDÁRIO E PAISAGEM

musicas do c.c e da harpa

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 03

BANNER DO SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ENTRETENIMENTO

MENSAGEM PARA VOÇÊ 2

SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ASSUNTOS BÍBLICOS

SITE DE CULTURA

DESENHO DA CRIAÇÃO E DE NOÉ

DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A ARCA DE NOÉ-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO SOBRE JOSUÉ

DESENHO SOBRE JOSUÉ-CLIQUE PARA ASSISTIR.

DESENHO SOBRE MOISÉS

DESENHO SOBRE MOISÉS-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO-O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS-CLIQUE PARA ASSSITIR

FILME-INFERNO EM CHAMAS

FILME O INFERNO EM CHAMAS

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 02

DA LINK SA PAG.DO FACE DO BLOG

AULA DE BIBLIOL.SETEF-07/05/13

AULA DE BIBLIOLOGIA-DATA:07/05/13- MINISTRADA DO SEMINARIO SETEF

Pag do facebook 02

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

374-O EVANGELHO DE LUCAS



                                         CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO



 O Evangelho de Lucas: Uma história Bíblica

O Evangelho de Lucas é um dos quatro Evangelhos na Santa Bíblia e é o terceiro livro do Novo Testamento. O autor desse Evangelho, Lucas, era um amigo do Apóstolo Paulo e também o autor do livro de Atos. Atos é o primeiro livro logo depois dos quatro Evangelhos na Bíblia. Lucas era um médico e provavelmente muito bem educado, devido ao estilo e estrutura do seu texto escrito. O Evangelho de Lucas é endereçado a Teófilo e focaliza-se na história completa de Jesus Cristo, do seu nascimento e ministério à Sua crucificação e ressurreição. O Evangelho de Lucas focaliza-se nos ensinamentos de Cristo sobre a salvação e a realização das profecias do Velho Testamento sobre a vinda do Messias. Ele inclui a linda história do nascimento do bebê Jesus e a concepção milagrosa do Espírito Santo. Estudiosos bíblicos geralmente concordam que o Evangelho de Lucas foi escrito entre 59 e 70 D.C. O autor é mencionado em Colossenses 4:14 pelo Apóstolo Paulo.
O Evangelho de Lucas: Esboço e estrutura
O Evangelho de Lucas é organizado em oito seções principais que descrevem a vida, ministério e milagres de Jesus Cristo. Esse Evangelho é cheio de detalhes sobre a história e eventos daquela época. Cuidadosamente inclui detalhes sobre a cultura política e as famílias que viveram na época de Jesus e do Seu ministério terreno. A primeira seção começa com uma introdução que explica o propósito do Evangelho do ponto de vista do autor humano. A segunda seção, que começa com o quinto versículo do primeiro capítulo, descreve os eventos que aconteceram durante a vinda de Jesus Cristo e João Batista. Essa seção descreve o nascimento de Jesus e alguns eventos de Sua infância. A primeira vez que o livro cita algo que Jesus falou é no segundo capítulo, versículo 49. A terceira seção detalha os eventos que dão início ao ministério público de Jesus, incluindo o Seu batismo (Lucas 3:21,22) e Sua tentação (Lucas 4:1-13). Os quatro capítulos seguintes formam a quarta seção do Evangelho de Lucas, incluindo o início do Seu ministério, a escolha dos 12 Apóstolos (Lucas 6:12-16) e a execução de milagres (Lucas 4:35, 4:39, 5:13). Por todos esses capítulos, Jesus demonstrou muitos poderes que serviram para validar Sua autoridade dada por Deus, incluindo a autoridade de perdoar pecados (Lucas 5:20, 7:48), a autoridade de conhecer nossos pensamentos (Lucas 5:22), a autoridade de curar pessoas (Lucas 6:8), a autoridade de oferecer paz (Lucas 7:50), a autoridade sobre a natureza de acalmar uma tempestade (Lucas 8:24). Essa seção também descreve muitas lições e ensinamentos de Jesus que são princípios que devemos seguir para que vivamos uma vida que agrada a Deus.

A quinta seção do Evangelho de Lucas começa com o capítulo 9, versículo 10, quando Jesus executa o milagre de alimentar a multidão de cinco mil pessoas com cinco pães e dois peixes (Lucas 9:10-17). O Apóstolo Pedro confessa que Jesus é o Cristo (também conhecido como o Messias) (Lucas 9:20). Nos versículos 9:28-34, a transfiguração é descrita em detalhes. O início da sexta seção descreve o ministério de Jesus na Judeia, começando com o capítulo 9, versículo 51. Jesus dá instruções aos Seus seguidores sobre como ajudar outras pessoas através do discipulado (Lucas 10:1-17); Jesus nos ensina a orar efetivamente (Lucas 11:2-4); Jesus adverte as pessoas a como não agir, incluindo advertência contra a hipocrisia e criticar demasiadamente (Lucas 11:37-52); Jesus encoraja os Seus seguidores a não se preocuparem com nenhuma necessidade nessa vida, mas a confiar em Deus (Lucas 12:22-34); Jesus também afirma fortemente que devemos nos arrepender (livrar-nos dos pecados) ou perecer (Lucas 13:1-5). A sétima seção do Evangelho de Lucas começa no capítulo 13:22 até 19:22 e descreve muitos ensinamentos e milagres de Jesus. Jesus quase exclusivamente usa parábolas para ensinar lições importantes sobre como viver. A oitava e última seção do Evangelho descreve detalhes importantes sobre o julgamento, crucificação e ressurreição de Jesus Cristo. Jesus novamente mostra sua autoridade ao saber de tudo ao seu redor (Lucas 19:30). Jesus então dá várias instruções finais sobre como viver (Lucas 21:19,34) e como depender de Deus (Lucas 22:40,46). Ele novamente confirma Sua autoridade como o Filho de Deus (Lucas 22:70). Finalmente, capítulo 24 descreve em detalhes a ressurreição de Jesus e a Sua ascensão aos céus.

O Evangelho de Lucas: Qual a sua importância?
O Evangelho de Lucas apresenta muitos fatos importantes e lições significantes sobre Jesus Cristo. Primeiro, o Evangelho claramente estabelece que Jesus Cristo é o Messias profetizado no Velho Testamento. Segundo, o Evangelho prova que Jesus é o Filho de Deus, assim como Ele clama. Terceiro, esse evangelho confirma que Jesus tem autoridade completa sobre qualquer coisa nesse mundo, incluindo o mal (Lucas 4:12, 35, 9:38, 11:14), a natureza (Lucas 8:22-25, 9:12-17, 5:4-11), a morte (Lucas 8:41-42, 7:11-15), doenças (Lucas 5:12-13, 7:1-10, 4:38-35, 5:18-25, 6:6-10, 18:35-43), perdão de pecados (Lucas 5:24, 7:48), bençãos (Lucas 6:20-22) e a autoridade de dar vida eterna no céu (Lucas 23:43). Jesus demonstrou o milagre de superar Sua própria morte através da Sua ressurreição depois de ter sido crucificado na cruz romana. O Evangelho de Lucas providencia uma narrativa de primeira mão dos eventos da vida de Cristo, baseado nos próprios Apóstolos ou outras testemunhas. O Evangelho sobreviveu todos os exames históricos, geográficos e arqueológicos dos últimos 2000 anos. É claro que um resumo do Evangelho de Lucas só pode destacar alguns pontos do texto verdadeiro, e não pode ser usado para substituí-lo. Gostaríamos de encorajá-los a ler o Evangelho de Lucas para aprender mais sobre Jesus Cristo e os milagres que Ele pode executar em sua vida!.

Lucas (Lc)
 
Autor: Lucas.
Tema: Jesus, o Salvador Divino-Humano.
Data: 60-63 d.C.

Considerações Preliminares.

O Evangelho segundo Lucas é o primeiro dos dois livros endereçados a um certo Teófilo (1.3; At 1.1). O tratamento que Lucas lhe dispensa: "excelente", "excelentíssimo" ou "digníssimo", conforme a versão que se utilize, tem levado a crer que Teófilo era uma autoridade pública, um oficial romano. Tem-se deduzido que Lucas viu naquele homem a pessoa adequada para publicar sua obra entre os gentios, o que ocorreu com pleno êxito. Embora o autor não se identifique pelo nome em nenhum dos dois livros, o testemunho unânime do cristianismo primitivo e as evidências internas indicam a autoria de Lucas nos dois casos. Segundo parece, Lucas era um gentio convertido, sendo o único autor humano não-judeu de um livro da Bíblia. O Espírito Santo o moveu a escrever a Teófilo (cujo nome significa “aquele que ama a Deus”) a fim de suprir uma necessidade da igreja gentia, de um relato completo do começo do cristianismo. A obra tem duas partes: (1) o nascimento, vida e ministério, morte, ressurreição e ascensão de Jesus (Lucas), e (2) o derramamento do Espírito em Jerusalém e o desenvolvimento subseqüente da igreja primitiva (Atos). Esses dois livros perfazem mais de uma quarta parte do NT. Pelas epístolas de Paulo sabemos que Lucas era um “médico amado” (Cl 4.14) e um leal cooperador do apóstolo (2Tm 4.11; Fm 24; cf. os trechos em Atos na primeira pessoa do plural; ver a introdução a Atos). Pelos escritos de Lucas, vemos que ele era um escritor culto e hábil, um historiador atento e teólogo inspirado. Segundo parece, quando Lucas escreveu o seu Evangelho, a igreja gentia não tinha nenhum desses livros completo ou bem conhecido, a respeito de Jesus. Primeiramente Mateus escreveu um Evangelho para os judeus, e Marcos escreveu um Evangelho conciso para a igreja em Roma. O mundo gentio de língua grega dispunha de relatos orais de Jesus, dados por testemunhas oculares, bem como breves tratados escritos, mas nenhum Evangelho completo com os fatos na devida ordem (ver 1.1-4). Daí, Lucas se propôs a investigar tudo cuidadosamente “desde o princípio” (1.3), e, provavelmente, fez pesquisas na Palestina enquanto Paulo esteve na prisão em Cesaréia (At 21.17; 23.23—26.32) e terminou o seu Evangelho perto do fim daquele período, ou pouco depois de chegar a Roma com Paulo (At 28.16).

Frase Chave – "O Filho do Homem".

Tal terminologia não é exclusiva de Lucas. Ezequiel traz a expressão 91 vezes. Esta era a forma como Deus chamava o profeta. Mateus, Marcos e João também se referem a Jesus através deste título. O próprio Lucas usa o mesmo tratamento em Atos.7.56. Esse foi um título que Jesus deu a si mesmo. Observa-se nesse detalhe a humildade do Mestre. Podendo usar nomes gloriosos, ele se chamava apenas de "Filho do Homem". Apesar da ausência de exclusividade para o uso do título, o mesmo é apresentado como frase chave do livro de Lucas porque o autor apresenta Jesus como homem, destacando assim a humanidade de Cristo sem omitir sua divindade. Sendo perfeitamente humano, Jesus estava habilitado a ser o representante legítimo dos seres humanos.
- Só Lucas menciona o choro de Jesus por Jerusalém, numa demonstração de sensibilidade humana.
- Em sua apresentação de Jesus como homem, Lucas menciona a genealogia do Senhor até Adão. Fica demonstrada a humanidade de Cristo. A genealogia é uma forma de demonstrar que Cristo não apareceu magicamente, mas nasceu de uma descendência, embora de modo sobrenatural.
- Lucas oferece mais informações sobre o nascimento e a infância de Jesus do que os outros evangelhos.
- Lucas destaca a atitude ou menção amável de Cristo em relação: aos pobres (6.20); à mulher pecadora (7.37); mendigos (16.20-21); samaritanos (10.33); leprosos (17.12 – narrativa exclusiva); publicanos e pecadores (17.12); O ladrão na cruz (23.43 – narrativa exclusiva).

Propósito.

Lucas escreveu este Evangelho aos gentios para proporcionar-lhes um registro completo e exato de “tudo que Jesus começou, não só a fazer, mas a ensinar, até ao dia que foi recebido em cima” (At 1.1b,2a). Escrevendo sob a inspiração do Espírito Santo, sua intenção foi transmitir a Teófilo e outros convertidos e interessados gentios, com certeza, a plena verdade sobre o que já tinham sido oralmente inteirados (1.3,4). Lucas no seu Evangelho deixa claro que ele escreveu para os gentios. Por exemplo, ele apresenta a genealogia humana de Jesus, recuando-a até Adão (3.23-38) e não até Abraão, conforme fez Mateus (cf. Mt 1.1-17). Em Lucas, Jesus é visto claramente como o Salvador divino-humano, que veio como a provisão divina da salvação para todos os descendentes de Adão.

Visão Panorâmica.

O Evangelho segundo Lucas começa com as narrativas mais completas da infância de Jesus (1.5—2.40), bem como apresenta o único vislumbre, nos Evangelhos, da juventude de Jesus (2.41-52). Depois de descrever o ministério de João Batista e apresentar a genealogia de Jesus, Lucas divide o ministério de Jesus em três seções principais: (1) seu ministério na Galiléia e arredores (4.14—9.50), (2) seu ministério durante a viagem final a Jerusalém (9.51—19.27); e (3) sua última semana em Jerusalém (19.28—24.43). Embora os milagres ocupem lugar de destaque no registro de Lucas sobre o ministério de Jesus na Galiléia, o enfoque principal deste Evangelho consiste nos ensinos e parábolas de Jesus durante seu extenso ministério a caminho de Jerusalém (9.51—19.27). Esta é a maior seção de assuntos exclusivos de Lucas, e inclui muitas histórias e parábolas prediletas. O versículo determinante (9.51) e o versículo-chave (19.10) do Evangelho ocorrem no início e perto do fim dessa seção especial.

Características Especiais.

São oito as características principais do Evangelho segundo Lucas. (1) Seu amplo alcance no registro dos eventos na vida de Jesus, desde a anunciação do seu nascimento até a sua ascensão. (2) A qualidade excepcional do seu estilo literário, empregando um vocabulário rico e escrito com um domínio excelente da língua grega. (3) O alcance universal do Evangelho — que Jesus veio para salvar a todos: judeus e gentios igualmente. (4) Ele salienta a solicitude de Jesus para com os necessitados, inclusive mulheres, crianças, os pobres e os socialmente marginalizados. (5) Sua ênfase na vida de oração de Jesus e nos seus ensinos a respeito da oração. (6) O notável título de Jesus neste Evangelho, a saber: “Filho do Homem”. (7) Seu enfoque sobre a alegria que caracteriza aqueles que aceitam a Jesus e a sua mensagem. (8) Sua ênfase na importância e proeminência do Espírito Santo na vida de Jesus e do seu povo (e.g., 1.15, 41, 67; 2.25-27; 4.1, 14, 18; 10.21; 12.12; 24.49).

Exclusividades.

Como no caso dos outros três Evangelhos, o relato de Lucas fornece evidência abundante de que Jesus deveras é o Cristo, o Filho de Deus. Revela Jesus como homem de oração, que se estribava plenamente no seu Pai celestial. (Lu 3:21; 6:12-16; 11:1; 23:46) Contém numerosos pormenores suplementares, os quais, conjugados com o que se encontra nos outros três Evangelhos, oferecem um quadro mais completo dos acontecimentos associados com Cristo Jesus. Quase os inteiros capítulos 1 e 2 não têm paralelo nos outros Evangelhos. Pelo menos seis milagres específicos e mais de duas vezes este número, em ilustrações, são exclusivos deste livro. Os milagres são: Jesus fez com que seus discípulos tivessem uma pesca milagrosa (5:1-6), ressuscitou o filho duma viúva de Naim (7:11-15), e também curou uma mulher encurvada (13:11-13), um homem que padecia de hidropisia (14:1-4), dez leprosos (17:12-14) e a orelha do escravo do sumo sacerdote (22:50, 51). Entre as ilustrações há as seguintes: os dois devedores (7:41-47), o prestativo samaritano (10:30-35), a figueira estéril (13:6-9), a lauta refeição noturna (14:16-24), a moeda de dracma perdida (15:8, 9), o filho pródigo (15:11-32), o mordomo injusto (16:1-8), o rico e Lázaro (16:19-31), e a viúva e o juiz injusto (18:1-8).
A matéria cronológica que aparece neste Evangelho ajuda a determinar quando João, o Batizador, e Jesus nasceram e quando começaram seus respectivos ministérios. Lu 1:24-27; 2:1-7; 3:1, 2, 23.

Aplicação Pessoal

Ninguém que lê este livro deve achar que está além do alcance do evangelho da salvação. Por todo livro, Lucas apresenta Jesus como o Salvador do mundo todo. Isso é verdadeiro a partir do cântico de Simeão a respeito de Jesus sendo a "luz para... as nações" (2.32) até as instruções finais do Cristo ressuscitado a seus discípulos, em que Ele lhes disse que "em seu nome, se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações" (24.47). Lucas enfatiza o fato de que o evangelho não é apenas para os judeus, mas para todos os povos - gregos, romanos, samaritanos e todos os outros, sem levar em conta raça ou condição. Não é só para homens, mas também para mulheres, incluindo viúvas e prostitutas, bem como os proeminentes socialmente. Não é só para homens livres , mas também para escravos e todos os fracos indefesos, o ladrão crucificado, o pecador proscrito, o publicano desprezado.

Esboço.

I. Prefácio (1.1-4)
 
II. A Vinda do Salvador (1.5—2.52)
A. Anúncio do Nascimento de João Batista (1.5-25)
B. Anúncio do Nascimento de Jesus (1.26-56)
C. Nascimento de João Batista (1.57-80)
D. Nascimento de Jesus (2.1-20)
E. O menino Jesus no Templo (2.21-39)
F. Jesus Vai ao Templo aos Doze Anos (2.40-52)

III. Preparação do Salvador para o Seu Ministério (3.1—4.13)
A. Pregação de João Batista (3.1-20)
B. Batismo de Jesus (3.21-22)
C.Genealogia de Jesus (3.23-38)
D. Tentação de Jesus (4.1-13)

IV. Ministério na Galiléia (4.14–9.50)
A. Início do Ministério de Jesus e Rejeição em Nazaré (4.14-30)
B. Cafarnaum: Jesus Manifesta a Sua Autoridade Divina (4.31-44)
C. A Pesca Maravilhosa (5.1-11)
D. Curando o Leproso (5.12-16)
E. Desafio à Autoridade de Jesus (5.17-26)
F. O Salvador dos Pecadores (5.27-32)
G. Uma Nova Dispensação (5.33—6.49)
H. Demonstração de Poder Divino (7.1—8.56)
I. Jesus Outorga Poder aos Seus Discípulos (9.1-6)
J. Herodes e João Batista (9.7-9)
L. A Multiplicação dos Pães para Cinco Mil (9.10-17)
M. A Confissão de Pedro e a Resposta de Jesus (9.18-27)
N. A Glória do Salvador Revelada (9.28-50)

V.A Viagem Final de Jesus a Jerusalém (9.51—19.28)
A. A Missão Redentora do Salvador (9.51–10.37)
B. Jesus Ensina Sobre o Serviço e a Oração (10.38—11.13)
C. Jesus Adverte a Oponentes e Seguidores (11.14—14.35)
D. Parábolas Sobre Perdidos e Achados (15.1-32)
E. Mandamentos de Jesus aos Seus Seguidores (16.1—17.10)
F. Ingratidão de Nove Leprosos Curados (17.11-19)
G. A Volta Repentina de Jesus (17.20—18.14)
H. O Salvador, as Criancinhas e o Jovem Rico (18.15-30)
I. Perto do Fim da Viagem (18.31—19.28)

VI. A semana da Paixão (19.29-23.56)
A. Jesus Entra em Jerusalém (19.29-48)
B. Jesus Ensina Diariamente no Templo (20.1—21.4)
C. Jesus Prediz a Destruição do Templo e a Sua Volta (21.5-38)
D. Preparativos Finais e a Última Ceia (22.1-38)
E. Jesus em Getsêmani: Sua Oração e Traição (22.39-53)
F. O Julgamento de Jesus pelos Judeus (22.54-71)
G. O Julgamento de Jesus pelos Romanos (23.1-25)
H. A Crucificação (23.26-49)
I. O Sepultamento (23.50-56)

VII. Ressurreição e Ascensão (24.1-53)
A. A Manhã da Ressurreição (24.1-12)
B. As Aparições do Senhor Ressurreto (24.13-43)
C. As Instruções de Despedida (24.44-53)


FONTE:
http://www.allaboutjesuschrist.org
http://www.montesiao.pro.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OLA!.EU SOU MARCIO DE MEDEIROS-PROF.DO SETEF,SEJA BEM VINDO AO NOSSO BLOG.JESUS TE AMA E MORREU POR VOÇÊ!!!.
TEMOS,1 SITE DESTINADO A CULTURA GERAL , OUTRO SITE DESTINADO À ASSUNTO BÍBLICOS E UM OUTRO SITE DESTINADO À ENTRETENIMENTO,TEMOS:JOGOS,FILMES,DESENHOS ETC.USE OS LINKS ABAIXO PARA VISITAREM OS SITES.TEMOS 3 SITES E 1 BLOG.BOM PROVEITO!.

https://sites.google.com/
http://www.prof-marcio-de-medeiros.webnode.com/
http://profmarcio.ucoz.com