CONTADOR DE VISITAS

contador de acessos

Funk Gospel- Novas 2016-2017

FUNK E NOVO SOM

funk gospel e infantil

MX GOSPEL

HINOS JUDAICOS E ROMANTICAS

FUNK GOSPEL- VARIOS

MUSICAS MESSIANICAS

MELODY E VARIAS

VIDEO DO POKEMON

ESTUDO-INFERNO

Jogos para voce

ORIENTE MÉDIO

TURMINHA DA GRAÇA E MIDINHO

OS TRAPALHOES E A PRINCESA XUXA

Os trapalhoes-vol. 2

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAPOLIN

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAVES

DE GRAÇA RECEBESTE, DE GRAÇA DAI!!!!.

DE GRAÇAS RECEBESTES,DE GRAÇA DAI-MT10.8

ESTUDO-Jo 3.16

ESTUDO SOBRE ADORAÇÃO

INFANTIL

HINOS JUDAICOS

FUNK GOSPEL E ROMANTICAS 03

JOGO DE PERGUNTAS BÍBLICAS

CLIQUE PARA RESPONDER AS PERGUNTAS Coloque este widget em seu blog

FUTEBOL COM CARROS

JOGO ATIRE NAS GARRAFAS

JOGO DA BALEIA

JOGO DA BALEIA

Jogo pac man

JOGO BASKET

JOGO blast

JOGO MAGNETO

JOGO DE CORRIDA

Corrida Bíblica–o game

JOGO DA VELHA 02

Mais Jogos no Jogalo.com JOGO DA VELHA 02

JOGO BÍBLICO DE PERGUNTAS

Noticias g1

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS 02

LEITURA EM INGLÊS 02

NOVO SOM E DIVERSOS

funk gospel e musica judaica 02

ROMANTICASM JUDAICA E FUNK GOSPEL

RELÓGIO COM MENSAGEM

ROMANTICAS E FUNK GOSPEL

ROMANTICAS E FUNK GOSP. 02

ROMANTICAS GOSPEL

FUNK GOSPEL 25

FUNK GOSPEL 24

FUNK GOSPEL23

FUNK GOSPEL 22

FUNK GOSPEL 21

funk gospel 20

FUNK 19

/>

funk gospel 18

FUNK GOSPEL 16

FUNK GOSPEL 15

FUNK GOSPEL 14

GOSPEL FUNK 17

Prof. Marcio de Medeiros--ESTUDO SOBRE O INFERNO

NOTICIAS DE CONCURSOS

BEM ESTAR -GNT

FILME-A ÚILTIMA BATALHA

BATE PAPO CRISTÃO

Qual é a sua avaliação sobre este blog?

Formulario de autoresposta


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


NOVO SOM-ROMANTICAS

FUTEBOL 03

Placares oferecidos por futebol.com

FUTEBOL 04

Tabela futebol Brasileirão Serie A oferecida por Futebol.com

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF-SEMINARIO TEOLÓGICO FILADÉLFIA-J. BOM PASTOR-BELFORD ROXO-RJ

CAIXA DE CURTI FANPAGE

CUMPRIMENTO AO VISITANTE

link me

Prof Marcio de Medeiros

Por favor coloque este codigo em seu site ou blog e divulgue o nosso blog

NOTÍCIAS RIO

REDECOL NOTICIAS




NOTICIAS

G1 NOTICIAS

G1 NOTICIAS

MENTE MILIONARIA

MENTE MILIONARIA-COMO SER BEM SUCEDIDO FINANCEIRAMENTE
CLIQUE E ASSISTA!!!!

PROP. DA PAGINA NO FACE04

BUSCA DE EMPREGOS

BATIDAO GOSPEL 10

FUNKS DIVERSOS 11

BATIDÃO GOSPEL12

FUNK GOSPEL 13

Batidao 09

BATIDAO 08

BATIDÃO 07

BATIDÃO GOSPEL 06

BATIDÃO GOSPEL 3

BATIDÃO GOSPEL 4

BATIDÃO GOSPEL 07

BATIDÃO GOSPEL

BATIDÃO GOSPEL 2

BATIDAO GOSPEL 05

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE

SITE DE ENTRETENIMENTO

UTILITARIOS EM GERAL

CALENDARIO E JESUS

CALENDÁRIO E PAISAGEM

musicas do c.c e da harpa

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 03

BANNER DO SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ENTRETENIMENTO

MENSAGEM PARA VOÇÊ 2

SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ASSUNTOS BÍBLICOS

SITE DE CULTURA

DESENHO DA CRIAÇÃO E DE NOÉ

DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A ARCA DE NOÉ-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO SOBRE JOSUÉ

DESENHO SOBRE JOSUÉ-CLIQUE PARA ASSISTIR.

DESENHO SOBRE MOISÉS

DESENHO SOBRE MOISÉS-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO-O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS-CLIQUE PARA ASSSITIR

FILME-INFERNO EM CHAMAS

FILME O INFERNO EM CHAMAS

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 02

DA LINK SA PAG.DO FACE DO BLOG

AULA DE BIBLIOL.SETEF-07/05/13

AULA DE BIBLIOLOGIA-DATA:07/05/13- MINISTRADA DO SEMINARIO SETEF

Pag do facebook 02

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

360-O LIVRO DE OSÉIAS





CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO

 

Resumo do Livro do Profeta Oséias


O PROFETA E O SEU MEIO
Oséias, filho de Beeri, exerceu a sua atividade profética entre os anos 750 e 730 a.C. aproximadamente, durante os reinados de “Uzias, Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá, e nos dias de Jeroboão, filho de Joás, rei de Israel” (Os 1.1). Iniciou o seu ministério público pouco depois de Amós, ainda que tenha desempenhado a atividade por muito mais tempo do que este (cf. Os 1.1; Am 1.1) e pregado no mesmo cenário: Israel (cf. Am 7.12), de onde Oséias procedia.
O longo e próspero governo de Jeroboão II (783-743) ainda não havia terminado quando esse profeta começou a sua atividade. Na sua pregação, faz freqüentes alusões à situação política do Reino do Norte. Tais alusões, de difícil interpretação algumas vezes, são, em outros momentos, um anúncio claro do desastre ao qual se encaminhava o país, do inevitável desfecho que lhe sobreviria com a queda de Samaria, arrasada no ano 722 a.C. pelo furor do exército assírio (2Rs 17.1-6). Se o próprio profeta foi ou não testemunha ocular desses acontecimentos trágicos que determinaram o fim da independência política de Israel, o livro não informa.

O LIVRO E A SUA MENSAGEM
O livro de Oséias (Os) é formado por duas seções. A primeira (caps. 1—3) caracteriza-se pela sua unidade temática. A segunda, de conteúdo mais heterogêneo, abrange o restante do livro (caps. 4—14).
A obra de Oséias é apaixonada, cheia de vigor. Neste escrito, mais do que no de qualquer outro profeta, revelam-se intensos e entrelaçados sentimentos de amor e de ira, de esperança e de desilusão. A indiferença de Israel e a sua rebeldia frente às manifestações da paciência e da misericórdia de Deus são expressas em uma linguagem sintética, concisa, feita de frases tão curtas e apressadas, que, às vezes, torna-se obscura e de tradução difícil e incerta.
O começo da mensagem de Oséias é de um extraordinário vigor dramático. A partir da consideração da sua própria vida conjugal e das circunstâncias que a rodeiam, o profeta denuncia a infidelidade de Israel para com o Senhor, que, apesar de tudo, continua considerando-o o seu povo escolhido. Talvez o traço mais notável da pregação seja a sua descrição do relacionamento entre Deus e Israel como um relacionamento de amor e frustração entre marido e mulher. E este também é o núcleo da pregação profética: Israel tem sido infiel a Deus, mas Deus não deixou de amar a Israel.
Do cap. 4 em diante, o profeta descreve a perversão em que se acha atolada a sociedade israelita. Tudo nela está adulterado ou corrompido: o culto, o sacerdócio, a justiça, a moral e a política, e Israel sofrerá as conseqüências do seu desvio. Contudo, ainda há lugar para a esperança, evocada no cap. 11 com palavras comoventes: “o meu povo é inclinado a desviar-se de mim” (v. 7); mesmo assim, “atraí-os com cordas humanas, com laços de amor” (v. 4). Depois, no cap. 14, tendo suplicado: “Volta, ó Israel, para o Senhor, teu Deus” (v. 1), o profeta anuncia: “Curarei a sua infidelidade, eu de mim mesmo os amarei” (v. 4). Ninguém, antes, havia proclamado com tão patética intensidade que é maior a profundidade do amor divino que os abismos do pecado; que, sobre a ira provocada pela ofensa, prevalecem em Deus a compaixão e o perdão.
A luta de Oséias contra a idolatria se desenvolve em um quadro bem definido. Os israelitas haviam sucumbido à tentação de oferecer culto a deuses estranhos, especialmente aos deuses da fertilidade próprios de outros habitantes de Canaã (8.4-14). Eram rituais politeístas nos quais suplicavam ajuda e proteção para os rebanhos e as colheitas, cerimônias idolátricas que Oséias denuncia e combate.
Também são características deste livro o respeito e ainda a veneração com que se refere ao ministério profético, cujas origens remontam a Moisés, pois, por meio dele, Deus “fez subir a Israel do Egito” (12.13). Em Moisés e no ministério profético Oséias vê o principal instrumento de que Deus se serve para fazer-se ouvir por Israel (cf. 6.5; 9.8; 12.10,13).
Quanto a temas de natureza política, Oséias afirma que Israel não deve buscar salvação em alianças com o Egito ou a Assíria (12.1; 14.3; cf. Is 30.1-5); mas tão-somente em Deus.
A profecia de Oséias é, em resumo, um ataque frontal aos pecados cometidos pelo povo, o qual pecou sendo infiel ao Senhor e adorou as imagens de deuses estranhos. Israel tornou-se, assim, merecedor de castigo; contudo, o Senhor não fechou o seu coração, porque continua amando e cuidando dele (2.19-20). O Senhor o levará outra vez ao deserto (2.14), e lhe dará por morada tendas de campanha (12.9), e ali lhe dirá: “Tu és o meu povo!”, e Israel lhe responderá: “Tu és o meu Deus!” (2.23).

ESBOçO:
1. Primeira parte (1.1—3.5)
a. Título (1.1)
b. Vida conjugal do profeta (1.2—3.5)
2. Segunda parte (4.1—14.9)
a. Infidelidade e castigo de Israel (4.1—13.16)
b. Conversão de Israel e promessas de salvação (14.1-8)
c. Advertência final (14.9)

Livro de Oséias



Autor: Oséias 1:1 identifica o autor do livro como sendo o profeta Oséias. Essa obra é uma narrativa pessoal de Oséias sobre suas mensagens proféticas para os filhos de Deus e para o mundo. Oséias é o único profeta de Israel que deixou um conjunto de profecias registradas durante os últimos anos de sua vida.

Quando foi escrito: Oséias, filho de Beeri, profetizou por um bom tempo, de 785 a 725 AC. O Livro de Oséias foi provavelmente escrito entre 755 e 725 AC.

Propósito: Oséias escreveu este livro para lembrar aos israelitas - e a nós – de que o nosso é um Deus amoroso, cuja lealdade ao povo de Sua aliança é constante. Embora Israel tenha continuado a recorrer a falsos deuses, o amor inabalável de Deus é retratado no marido sofredor da esposa infiel. A mensagem de Oséias é também uma de advertência àqueles que dariam as costas ao amor de Deus. Através da representação simbólica do casamento de Oséias e Gomer, o amor de Deus pela nação idólatra de Israel é exibido em uma rica metáfora com temas de pecado, juízo e amor perdoador.

Versículos-chave: Oséias 1:2: "Quando, pela primeira vez, falou o SENHOR por intermédio de Oséias, então, o SENHOR lhe disse: Vai, toma uma mulher de prostituições e terás filhos de prostituição, porque a terra se prostituiu, desviando-se do SENHOR."

Oséias 2:23: “Semearei Israel para mim na terra e compadecer-me-ei da Desfavorecida; e a Não-Meu-Povo direi: Tu és o meu povo! Ele dirá: Tu és o meu Deus!”

Oséias 6:6: “Pois misericórdia quero, e não sacrifício, e o conhecimento de Deus, mais do que holocaustos.”

Oséias 14:2-4: “Tende convosco palavras de arrependimento e convertei-vos ao SENHOR; dizei-lhe: Perdoa toda iniquidade, aceita o que é bom e, em vez de novilhos, os sacrifícios dos nossos lábios. A Assíria já não nos salvará, não iremos montados em cavalos e não mais diremos à obra das nossas mãos: tu és o nosso Deus; por ti o órfão alcançará misericórdia. Curarei a sua infidelidade, eu de mim mesmo os amarei, porque a minha ira se apartou deles.”

Resumo: O Livro de Oséias pode ser dividido em duas partes: (1) Oséias 1:1 - 3:5 é uma descrição de uma mulher adúltera e um marido fiel, simbólico da infidelidade de Israel a Deus através da idolatria, e (2) Oséias 3:6-14:9 contém a condenação de Israel, especialmente Samaria pela adoração de ídolos, e sua eventual restauração.

A primeira seção do livro contém três poemas distintos que ilustram como os filhos de Deus continuavam se apegando à idolatria. Deus manda Oséias se casar com Gomer, mas depois de dar-lhe três filhos, ela o abandona pelos seus amantes. A ênfase simbólica pode ser vista claramente no primeiro capítulo quando Oséias compara as ações de Israel com o abandono de um casamento em busca de uma vida como prostituta. A segunda seção contém a repreensão dos israelitas por parte de Oséias, seguida pelas promessas e misericórdias de Deus.

O Livro de Oséias é uma narração profética do amor incansável de Deus pelos Seus filhos. Desde o início dos tempos, a criação ingrata e indigna de Deus tem aceito o Seu amor, graça e misericórdia, enquanto ainda não podendo abster-se de sua maldade.

A última parte de Oséias mostra como o amor de Deus mais uma vez restaura os Seus filhos à medida que Ele se esquece de seus erros quando se aproximam de Deus com um coração arrependido. A mensagem profética de Oséias prediz a vinda do Messias de Israel 700 anos no futuro. Oséias é citado frequentemente no Novo Testamento.

Prenúncios: Oséias 2:23 é a maravilhosa mensagem profética de Deus para incluir os gentios [não-judeus] como Seus filhos, assim como registrado também em Romanos 9:25 e 1 Pedro 2:10. Os gentios não são originalmente "o povo de Deus", mas através da Sua misericórdia e graça, Ele providenciou Jesus Cristo, e pela fé nEle somos enxertados na árvore do Seu povo (Romanos 11:11-18). Esta é uma verdade surpreendente sobre a Igreja, uma que é chamada de "mistério" porque, antes de Cristo, apenas os judeus eram considerados o povo de Deus. Quando Cristo veio, os judeus foram temporariamente deixados de lado "até que haja entrado a plenitude dos gentios" (Romanos 11:25).

Aplicação Prática: O livro de Oséias nos assegura do amor incondicional de Deus por Seu povo. No entanto, ele também é um retrato de como Deus é desonrado e irritado pelas ações de Seus filhos. Como pode uma criança que recebe uma abundância de amor, misericórdia e graça tratar um Pai com tanto desrespeito? No entanto, temos feito isso há séculos. Ao considerarmos como os israelitas voltaram as costas para Deus, não precisamos olhar mais longe do que o espelho à nossa frente para ver um reflexo desses mesmos israelitas.

Apenas ao lembrar-nos de quanto Deus tem feito por cada um nós é que seremos capazes de evitar a rejeição do Único que pode nos dar a vida eterna na Glória, em vez do inferno que merecemos. É essencial que aprendamos a respeitar o nosso Criador. Oséias tem nos mostrado que quando cometemos um erro, se temos um coração triste e uma promessa de arrependimento, Deus vai – novamente - demostrar o seu amor eterno por nós (1 João 1:9).
O Livro de Oséias
Mensagem: “Uma exposição do método de Deus em restaurar os desviados”.
Palavra Chaves: “Volta” (citada 15 vezes).
AUTOR

Oséias, o filho de Beeri, 1:1. Um contemporâneo de Isaías e Miquéias. Sua mensagem foi dirigida ao reino do norte. 

ESPECIALMENTE APTO PARA SUA TAREFA 

(1) Acredita-se que ele tenha sido natural do norte e que por isso conhecia as más condições existentes em Israel. Isto deu peso especial à sua mensagem. 

(2) Casou-se, ao que parece, com uma mulher que lhe foi infiel. Alguns eruditos duvidam da existência desse casamento, mas se este realmente existiu, o capacitou para descrever vividamente a atitude de Deus para com Israel, sua "esposa adúltera", 1:2-3;2:1-5. Mas como o estilo do livro é altamente figurado, pode ser que a narrativa das experiências com sua esposa seja alegórica. 

MENSAGEM ESPIRITUAL

A apostasia equivale ao adultério espiritual. 

(a) Deus, o esposo, 2:20; Isaías 54:5. 

(b) Israel, a esposa infiel, 2:2. 

SINOPSE 

SEÇÃO I. A apostasia de Israel simbolizada pela experiência do profeta em seu matrimônio, caps. 1-3. 

SEÇÃO II. Discursos proféticos, são principalmente descrições da reincidência e da idolatria do povo, mesclada com ameaças e exortações, caps. 4-13. 

A chamada formal ao arrependimento e as promessas de bênçãos futuras, cap. 14. 

ILUSTRAÇÕES DE LINGUAGEM ALTAMENTE FIGURADA usada para expressar a deplorável condição de Israel. 

(1) O VALE DE ACOR, por uma porta de esperança, 2:15. 

(2) "ESTA ENTREGUE AOS ÍDOLOS", 4:17. 

(3) "COM OS POVOS SE MISTURA" (já não é uma nação separada e santa), 7:8. 

(4) "UM BOLO QUE NÃO FOI VIRADO" (farinha por um lado, expressando tibieza de coração), 7:8. 

(5) "ESTRANGEIROS LHE COMEM A FORÇA" (debilitada pelas más companhias), 7:9. 

(6) "E AS CÃS SE ESPALHARAM SOBRE ELE" (velhice prematura e deterioração inconsciente), 7:9. 

(7) "ISRAEL SERÁ DEVORADO" (perda da sua identidade nacional) 8:8. 

(8) "COMO UM VASO EM QUE NINGUÉM TEM PRAZER" (Um vaso inserve inútil ao Senhor), 8:8. 

(9) "ELE AMA A OPRESSÃO" (falta de honradez nos negócios), 12:7. 

O PROFETA

Oséias contemporâneo de Amós, Isaías e Miquéias, desenvolveu suas atividades em Samaria, contudo, em seus últimos anos retirou-se para a Judéia, depois de ter apelado, em vão, aos seus patrícios sentenciados. Crê-se que os últimos trechos deste livro foram escritos na Judéia.

Foi poupado para trabalhar, para seu Senhor, muitos anos. Do cap. 1:1 deduzimos que exerceu seu ministério profético durante 72 anos. Calculamos que o iniciou aos 20 anos de idade, tendo falecido com a idade de 92 anos.

Sofria triste provação doméstica – a infidelidade da esposa – e Deus usou tão lamentável aflição para falar a Israel. Este é o ponto central do livro.

SUA MISSÃO

A mensagem de Oséias foi, particularmente, dirigida a Israel, (às 10 Tribos). O nome de Efraim aparece, neste livro, mais de 35 vezes, e o nome de Israel com igual freqüência. Enquanto que a Judéia é mencionada só 14 vezes, e Jerusalém, não é mencionada uma vez sequer.

CARÁTER

Os escritos de Oséias são mais poéticos do que a maioria dos profetas: são ricos em notáveis metáforas.

O atributo divino mais usado por Oséias é: “Senhor”. O aspecto do caráter de Deus, sobe o qual Oséias medita mais carinhosamente, é aquele que simboliza o esposo e a esposa. (Israel é a noiva de Jeová, enquanto que a Igreja é a noiva do Cordeiro).

ANÁLISE

Alguns consideram Oséias como o livro mais difícil dos livros proféticos. Por certo, não é um livro de fácil estudo.
À primeira vista parece não haver nele ordem alguma, mas um estudo contínuo e apurado revela uma ordem bela.
Em realidade, é um tratado claro sobre o arrependimento. É um livro para os desviados, onde se evidencia uma deliciosa exposição dos métodos de Deus na restauração do seu povo desviado.

1) A ignóbil condição de Israel (sendo escolhido de Deus) – cap. 1

a) O casamento de Oséias com uma mulher sem moral (2). Calvino e outros pensam tratar-se apenas de uma parábola. Não vemos razão para não se tomar esse verso literalmente.
b) Nascimento de dois filhos e de uma filha, com nomes sugestivos, dado a cada um (4-9)
c) O casamento era uma lição para Israel (e não é verdade quanto à cada crente hoje?) que não foram escolhidos por qualquer valor que tinham em si, porque eram tão indignos de casamento puro quanto Gomer.
d) No verso 2, Oséias mostra que as aflições de Israel começaram pelo desviar-se de Deus.
e) Veja como termina este livro. (14:1).

2) A terrível queda de Israel – cap. 2

a) A infidelidade da esposa de Oséias é um quadro da infidelidade de Israel a Deus. (1-5)
b) Castigo. (6-13)
c) Veja como o verso 14 com 8:13 parecem sugerir a Israel que precisa uma nova experiência do Egito e do deserto.
d) Finalmente, termina com Israel restaurado pelo Senhor. (19)
e) Notar: Pela benção de Deus, os nossos valos de Acor (aflições) se tornarão fontes de bênçãos e lugares de cânticos). (15)

3) O preço pago pelo resgate de Israel – cap. 3

a) Apesar de o ter deixado e viver em má conduta, o profeta tem de amar sua esposa. (1)
b) O profeta faz um contrato pelo qual certa provisão é providenciada para ela, (2), sob condição (3).
c) Contudo, parece que não morariam juntos tão cedo.
d) Cumprido em Israel, hoje. Não vivendo como esposa de Jeová, mas vivendo vida separada. (4-5)
e) Evidentemente Davi terá de reinar novamente sobre Israel (5).

4) Os terríveis resultados da queda de Israel – cap. 4-5

a) Falta de moral (1-5)
b) Ignorância obstinada (6-11).
c) Idolatria (12-19).
d) Mas a pior das calamidades foi a de ocultar-se à face do Senhor (5-15). Há aqui uma visão perfeita do Evangelho em duas partes:
- O quadro de uma nação apegada aos seus ídolos.
- A mesma nação atirando-os para fora de si.
“Eu o tenho ouvido” é o segredo.

5) O clamor de arrependimento de Israel – cap. 6:1-3

a) Será a resolução do remanescente nos últimos dias.
b) Notar a força de expressão do verso 3. Para o Israel impertinente Ele é “como um leão” (5:14), mas aos arrependidos é “como a chuva serôdia que rega a terra”.
c) Se a nossa bondade proceder de Deus, não será “como a nuvem da manhã, e como o orvalho da madrugada, que cedo passa” (vs. 4)

6) O senhor sonda as feridas de Israel (antes de aplicar o bálsamo curativo) cap. 6:4-13

a) Para por à prova o arrependimento de Israel, o Senhor sonda suas feridas, e assim experimenta sua contrição.
b) Notar as metáforas para descrever o caráter e a condição de Israel: 6:4; 7:4,8,11 e 12; 8:7,9; 10:1,11 e 12; 12:1.
c) Notar, ainda, as comoventes expressões em 11:8

7) O apelo final do profeta a Israel – cap. 14:1-3

a) Um apelo do profeta a Israel para:
- Reconhecer que o seu triste estado era devido, unicamente, ao seu próprio pecado.
- Repudiar toda a esperança em auxílio humano.
- Apresentar sinais evidentes de seu arrependimento verdadeiro.
b) Notar, como é confortadora a última cláusula do vs. 3, para os órfãos.

8) A restauração final de Israel (a amorosa resposta do Senhor) – cap. 14:4-9

a) A cura (4)
b) Amado pelo Senhor (4)
c) Restaurado pelo Senhor (5)
d) Crescimento (5)
e) Beleza (6)
f) Fragrância (6)
g) Prosperidade (6)
h) Companhia do Senhor (7)
i) Notar a conclusão magnífica com o verso 9.
j) A cura da apostasia significa que, Deus não somente cura como remove a causa.



FONTE:
https://sites.google.com
http://www.ebah.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OLA!.EU SOU MARCIO DE MEDEIROS-PROF.DO SETEF,SEJA BEM VINDO AO NOSSO BLOG.JESUS TE AMA E MORREU POR VOÇÊ!!!.
TEMOS,1 SITE DESTINADO A CULTURA GERAL , OUTRO SITE DESTINADO À ASSUNTO BÍBLICOS E UM OUTRO SITE DESTINADO À ENTRETENIMENTO,TEMOS:JOGOS,FILMES,DESENHOS ETC.USE OS LINKS ABAIXO PARA VISITAREM OS SITES.TEMOS 3 SITES E 1 BLOG.BOM PROVEITO!.

https://sites.google.com/
http://www.prof-marcio-de-medeiros.webnode.com/
http://profmarcio.ucoz.com