CONTADOR DE VISITAS

contador de acessos

Funk Gospel- Novas 2016-2017

FUNK E NOVO SOM

funk gospel e infantil

MX GOSPEL

HINOS JUDAICOS E ROMANTICAS

FUNK GOSPEL- VARIOS

MUSICAS MESSIANICAS

MELODY E VARIAS

VIDEO DO POKEMON

ESTUDO-INFERNO

Jogos para voce

ORIENTE MÉDIO

TURMINHA DA GRAÇA E MIDINHO

OS TRAPALHOES E A PRINCESA XUXA

Os trapalhoes-vol. 2

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAPOLIN

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAVES

DE GRAÇA RECEBESTE, DE GRAÇA DAI!!!!.

DE GRAÇAS RECEBESTES,DE GRAÇA DAI-MT10.8

ESTUDO-Jo 3.16

ESTUDO SOBRE ADORAÇÃO

INFANTIL

HINOS JUDAICOS

FUNK GOSPEL E ROMANTICAS 03

JOGO DE PERGUNTAS BÍBLICAS

CLIQUE PARA RESPONDER AS PERGUNTAS Coloque este widget em seu blog

FUTEBOL COM CARROS

JOGO ATIRE NAS GARRAFAS

JOGO DA BALEIA

JOGO DA BALEIA

Jogo pac man

JOGO BASKET

JOGO blast

JOGO MAGNETO

JOGO DE CORRIDA

Corrida Bíblica–o game

JOGO DA VELHA 02

Mais Jogos no Jogalo.com JOGO DA VELHA 02

JOGO BÍBLICO DE PERGUNTAS

Noticias g1

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS 02

LEITURA EM INGLÊS 02

NOVO SOM E DIVERSOS

funk gospel e musica judaica 02

ROMANTICASM JUDAICA E FUNK GOSPEL

RELÓGIO COM MENSAGEM

ROMANTICAS E FUNK GOSPEL

ROMANTICAS E FUNK GOSP. 02

ROMANTICAS GOSPEL

FUNK GOSPEL 25

FUNK GOSPEL 24

FUNK GOSPEL23

FUNK GOSPEL 22

FUNK GOSPEL 21

funk gospel 20

FUNK 19

/>

funk gospel 18

FUNK GOSPEL 16

FUNK GOSPEL 15

FUNK GOSPEL 14

GOSPEL FUNK 17

Prof. Marcio de Medeiros--ESTUDO SOBRE O INFERNO

NOTICIAS DE CONCURSOS

BEM ESTAR -GNT

FILME-A ÚILTIMA BATALHA

BATE PAPO CRISTÃO

Qual é a sua avaliação sobre este blog?

Formulario de autoresposta


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


NOVO SOM-ROMANTICAS

FUTEBOL 03

Placares oferecidos por futebol.com

FUTEBOL 04

Tabela futebol Brasileirão Serie A oferecida por Futebol.com

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF-SEMINARIO TEOLÓGICO FILADÉLFIA-J. BOM PASTOR-BELFORD ROXO-RJ

CAIXA DE CURTI FANPAGE

CUMPRIMENTO AO VISITANTE

link me

Prof Marcio de Medeiros

Por favor coloque este codigo em seu site ou blog e divulgue o nosso blog

NOTÍCIAS RIO

REDECOL NOTICIAS




NOTICIAS

G1 NOTICIAS

G1 NOTICIAS

MENTE MILIONARIA

MENTE MILIONARIA-COMO SER BEM SUCEDIDO FINANCEIRAMENTE
CLIQUE E ASSISTA!!!!

PROP. DA PAGINA NO FACE04

BUSCA DE EMPREGOS

BATIDAO GOSPEL 10

FUNKS DIVERSOS 11

BATIDÃO GOSPEL12

FUNK GOSPEL 13

Batidao 09

BATIDAO 08

BATIDÃO 07

BATIDÃO GOSPEL 06

BATIDÃO GOSPEL 3

BATIDÃO GOSPEL 4

BATIDÃO GOSPEL 07

BATIDÃO GOSPEL

BATIDÃO GOSPEL 2

BATIDAO GOSPEL 05

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE

SITE DE ENTRETENIMENTO

UTILITARIOS EM GERAL

CALENDARIO E JESUS

CALENDÁRIO E PAISAGEM

musicas do c.c e da harpa

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 03

BANNER DO SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ENTRETENIMENTO

MENSAGEM PARA VOÇÊ 2

SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ASSUNTOS BÍBLICOS

SITE DE CULTURA

DESENHO DA CRIAÇÃO E DE NOÉ

DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A ARCA DE NOÉ-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO SOBRE JOSUÉ

DESENHO SOBRE JOSUÉ-CLIQUE PARA ASSISTIR.

DESENHO SOBRE MOISÉS

DESENHO SOBRE MOISÉS-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO-O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS-CLIQUE PARA ASSSITIR

FILME-INFERNO EM CHAMAS

FILME O INFERNO EM CHAMAS

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 02

DA LINK SA PAG.DO FACE DO BLOG

AULA DE BIBLIOL.SETEF-07/05/13

AULA DE BIBLIOLOGIA-DATA:07/05/13- MINISTRADA DO SEMINARIO SETEF

Pag do facebook 02

terça-feira, 9 de julho de 2013

514-O DOCUMENTO DAMASCENO




Documento de Damasco
Brit Damesek

Datação: final do primeiro século aC.
Altura 10.9 cm Largura 9.3 cm
O Documento de Damasco é uma coleção de regras e instruções que refletem as práticas de uma comunidade sectária. Inclui dois elementos. O primeiro é uma advertência que implora a congregação para permanecer fiel à convenção desses que se retiraram da Judéia para a " Terra de Damasco ". O segundo lista estatutos que lidam com votos e juramentos, o tribunal, testemunhas e juízes, purificação de água, leis do Sábado sagrado, e ritual de limpeza. A margem da direita está incompleta. A margem à esquerda foi costurada a outro pedaço de pergaminho, como comprovou pelos pontos restantes.
Em 1896, o estudioso de Talmud notável e pedagogo Solomon Schechter descobriu composições sectárias que depois foram achadas como sendo versões medievais do Documento de Damasco. O achado de Schechter em uma despensa de sinagoga perto de Cairo, quase cinqüenta anos antes das descobertas de Qumran, pode ser considerado como o verdadeiro ponto de partida de pesquisa de rolo de papel moderna.
Tradução inglesa das parte visíveis do documento. Preferi evitar uma tradução para o português evitando assim qualquer erro na interpretação que eu poderia provocar, portanto peque o dicionário e faça-o você mesmo:
1.     ...with money...
2.     ...[his means did not] suffice to [return it to him] and the year [for redemption approaches?]...
3.     ...and may God release him? from his sins. Let not [ ] in one, for
4.     it is an abomination....And concerning what he said (Lev. 25:14), ["When you sell
5.     anything to or buy anything from] your neighbor, you shall not defraud one another," this is the expli[cation...
6.     ...] everything that he knows that is found...
7.     ...and he knows that he is wronging him, whether it concerns man or beast. And if
8.     [a man gives his daughter to another ma]n, let him disclose all her blemishes to him, lest he bring upon himself the judgement
9.     [of the curse which is said (Deut. 27:18)] (of the one) that "makes the blind to wander out of the way." Moreover, he should not give her to one unfit for her, for 
10.                       [that is Kila'yim, (plowing with) o]x and ass and wearing wool and linen together. Let no man bring
11.                       [a woman into the holy] who has had sexual experience, whether she had such experience
12.                       [in the home] of her father or as a widow who had intercourse after she was widowed. And any woman
13.                       [upon whom] there is a bad name in her maidenhood in her father's home, let no man take her, except
14.                       [upon examination] by reliable [women] who have clear knowledge, by command of the Supervisor over
15.                       [the Many. After]ward he may take her, and when he takes her he shall act in accordance with the law ...and he shall not tell...
16.                        
[ ] L [ ]
O DOCUMENTO DE DAMASCO

             Em 1897 foi encontrado numa GUENIZÁ , um depósito de sinagoga, onde se guardam cópias de textos sagrados, um pergaminho datado do século XI, ou seja um documento medieval, que continha um texto em hebraico antigo, o tipo de escrita era hebraico primitivo  que era usado antes da destruição de Jerusalém no ano 70 d.C., não tinha nenhuma das modificações que ocorreram na língua hebraica após a destruição do templo no ano 70, o que vale dizer que o texto era uma transcrição literal de um texto muitíssimo mais antigo que a idade média, era um texto de antes do ano 70 antes de cristo.
              O texto foi encontrado na milenar sinagoga de BEN ENZRA em Fostat no Cairo, um importante centro judaíco nos séculos XI e XII.


              Solomon Schetcher foi o estudioso que o encontrou e o estudou. O relato do que o pergaminho continha deixou o mundo científico da época desconcertado, pois o texto falava de uma seita judaica com características próprias e peculiares, com muitas particularidades, que não pertenciam claramente a nenhuma seita conhecida nos anais da história judaica. 
               O relato de Schechter falava de uma estranha e muito bem estruturada e desconhecida irmandade judaica dos tempos do Segundo Templo, que se caracterizava por fervorosa piedade, propriedade comum dos bens e crença num messias. As diferenças doutrinárias com o judaísmo dominante levaram-na a um completo isolamento da maioria da nações judaicas, foi o que conjecturou Schechter. 
              O interessante é que muito do que Schechter traduziu e concluiu do texto viria a coincidir exatamente com o que se encontraria  50 anos mais tarde, em 1947, com a descoberta dos manuscritos do mar morto, Solomon Schechter entretanto nunca sequer sonhou em Qumran, na sua comunidade misteriosa, e morreu antes dessa descoberta, porém mesmo assim foi ele o primeiro que conseguiu nos dar o primeiro retrato reconhecível desta seita de Qumran.
               Seu registro da história e das leis da irmandade continha a maior parte dos misteriosos e intrigantes personagens, lugares e eventos que eram tão peculiares a SEITA DE QUMRAN onde foram encontrados os manuscritos do Mar Morto.
               Em seu estudo sobre o DOCUMENTO DE DAMASCO, publicado em 1910, Schechter já falava do desconhecido chefe da seita, O MESTRE DA JUSTIÇA, e de seu terrível inimigo, O HOMEM DO ESCÁRNIO.
Falou também da seita ter empreendido um "fuga para Damasco" ( daí o nome "documento de damasco")  para escapar á perseguição em sua terra e de lá ter adotado uma NOVA ALIANÇA. Ainda revelou que mesmo após a morte do Mestre da Justiça, a seita acreditava que, permanecendo fiel a seus ensinamentos, ele retornaria com um MESSIAS.
              Neste ponto se percebe que este documento tem os mesmos personagens e fatos que foram encontrados nos MANUSCRITOS DO MAR MORTO, como o COMENTÁRIO DE HABACUC e o MANUAL DA DISCIPLINA. 


O documento de Damasco
Em 1897 foi encontrado numa GUENIZÁ , um depósito de sinagoga,onde se guardam cópias de textos sagrados, um pergaminho datado doséculo XI, ou seja um documento medieval, que continha um texto emhebraico antigo, o tipo de escrita era hebraico primitivo que era usadoantes da destruição de Jerusalém no ano 70 d.C., não tinha nenhuma dasmodificações que ocorreram na língua hebraica após a destruição dotemplo no ano 70, o que vale dizer que o texto era uma transcrição literalde um texto muitíssimo mais antigo que a idade média, era um texto deantes do ano 70 antes de cristo.O texto foi encontrado na milenar sinagoga de BEN ENZRA em Fostatno Cairo, um importante centro judaíco nos séculos XI e XII.Solomon Schetcher foi o estudioso que o encontrou e o estudou. Orelato do que o pergaminho continha deixou o mundo científico da épocadesconcertado, pois o texto falava de uma seita judaica comcaracterísticas próprias e peculiares, com muitas particularidades, quenão pertenciam claramente a nenhuma seita conhecida nos anais dahistória judaica.O relato de Schechter falava de uma estranha e muito bem estruturadae desconhecida irmandade judaica dos tempos do Segundo Templo, quese caracterizava por
fervorosa piedade, propriedade comum dos bens ecrença num messias
. As diferenças doutrinárias com o judaísmodominante levaram-na a um completo isolamento da maioria da naçõesjudaicas, foi o que conjecturou Schechter.O interessante é que muito do que Schechter traduziu e concluiu dotexto viria a coincidir exatamente com o que se encontraria 50 anos maistarde, em 1947, com a descoberta dos manuscritos do mar morto,Solomon Schechter entretanto nunca sequer sonhou em Qumran, na suacomunidade misteriosa, e morreu antes dessa descoberta, porém mesmoassim foi ele o primeiro que conseguiu nos dar o primeiro retratoreconhecível desta seita de Qumran.Seu registro da história e das leis da irmandade continha a maior partedos misteriosos e intrigantes personagens, lugares e eventos que eram tãopeculiares a SEITA DE QUMRAN onde foram encontrados os manuscritos doMar Morto.

Damasco Documento

O Documento de Damasco é um dos trabalhos encontrados em muitos fragmentos e cópias nas cavernas de Qumran , e, como tal, é considerado parte dos manuscritos não bíblicos de Qumran . A versão mais aceita atualmente é que os rolos estão relacionados a uma comunidade de essênios que viviam nessa área no primeiro século aC
Os fragmentos de Qumran que compõem o documento são referências 4Q265-73, 5Q12 e 6Q15. Mesmo antes da descoberta do Qumran do século XX, este trabalho era conhecido por estudiosos, uma vez que dois manuscritos foram descobertos no final do século XIX na coleção do Cairo Genizah, em uma sala ao lado da sinagoga Ben Ezra em Fustat . Estes documentos estão na Biblioteca da Universidade de Cambridge com a classificação 10K6 TS e TS 16.311 (os outros são rifermienti CA partir e CDB, onde "CD" significa "Cairo Damasco"), e são datados, respectivamente, no século X eo século XII . Ao contrário dos fragmentos encontrados em Qumran, os documentos estão completos, no Cairo, Damasco muitas peças, tão vitais para a reconstrução do texto.

Indicação 

·         1 Referências em Damasco
·         2 O Mestre da Justiça
·         4 Bibliografia

Referências Damasco 

O título do documento vem das inúmeras referências a Damasco que ele contém. A maneira em que Damasco é abordado no documento sugere que não é uma referência literal a Damasco, emSíria , mas deve ser entendida como geograficamente ou Babilônia , ou como o próprio Qumran. Se simbólico, provavelmente entre o uso da linguagem da Bíblia que encontramos em Amós5:27 :
"Por isso, eu vou levá-lo a ir para o cativeiro para além de Damasco", diz o Senhor, cujo nome é o Deus Todo-Poderoso. "( Amós 5:27 )
Damasco era parte de Israel sob o rei Davi , eo Documento de Damasco expressa uma esperança escatológica restauração da monarquia de David.

O Mestre da Justiça 

O documento contém uma referência enigmática a um Mestre da Justiça. Ele está sendo tratado de acordo com os pergaminhos de Qumran como uma figura do passado, presente ou futuro. OMestre da Justiça tem um papel importante no Documento de Damasco, mas nenhum papel na Regra da Comunidade, um outro documento encontrado entre os pergaminhos de Qumran, o que sugere uma diferença no momento da escrita de cada documento. O Documento de Damasco descreve o grupo em que foi escrito como desprovida de líderes nos 20 anos que antecederam a vinda do Mestre da Justiça que estabeleceu suas próprias regras sobre o grupo. Normalmente, os historiadores traçar o Mestre a 150 aC aproximadamente, como o documento afirma que ele veio 390 anos (período que dificilmente é preciso) após o " exílio babilônico .

A comparação com a Regra da Comunidade

Há um alto grau de decisões terminologia legal e compartilhado entre o Documento de Damasco ea Regra da Comunidade, incluindo termos como filhos da luz, e os seus códigos criminais . O fragmento 4Q265 parece vir de uma edição híbrida de ambos os papéis.
A correlação textual entre o Documento de Damasco ea Regra da Comunidade não está completamente resolvido, embora haja um consenso geral sobre o fato de que eles têm um tipo de evolução conexão. Há várias hipóteses:
·         a Regra da Comunidade foi o texto original, que foi editado posteriormente para se tornar o Documento de Damasco;
·         foi o Documento de Damasco deve ser alterado para se tornar a regra da Comunidade;
·         a Regra da Comunidade foi criado como um ideal utópico ao invés de substituição do Documento de Damasco;
·         os dois documentos foram escritas para dois tipos diferentes de comunidade, um fechado e outro aberto.

Referências 

·         Broshi, Magen: O documento de Damasco reconsiderada (Israel Exploration Society: Santuário do Livro, Israel Museum, 1992)
·         Davies, PR: O Damasco aliança: uma interpretação do "Documento de Damasco" (Sheffield, 1983)
·         Ginzberg, L.: uma seita judaica Unknown (ET: New York, 1976)
·         Kahle, Paul: O Cairo Geniza (Oxford: Blackwell, 1959)
·         Rabin, C.: Os documentos Zadokite, 1: a admoestação, 2: as leis (2nd ed Oxford, 1958.)
·         Reif, Stefan: Artigo "Cairo Genizah", na Encyclopedia of the Dead Sea Scrolls (Oxford: Oxford University Press: próximo 1997) e LH Schiffman e JC VanderKam
·         Rowley, HH: Os fragmentos Zadokite e Manuscritos do Mar Morto (Oxford: Blackwell, 1952)
·         Schechter, S.: Documentos da sectários judeus / editados do hebraico MSS. na coleção Genizah Cairo, agora na posse da Biblioteca Universitária, Cambridge (Cambridge University Press, 1910) 2 v
·         Zeitlin, Salomão : Os fragmentos Zadokite: fac-símile dos manuscritos da coleção Cairo Genizah na posse da Biblioteca da Universidade de Cambridge, Inglaterra (Filadélfia: Dropsie College, 1952).
·          
Fonte:


http://it.wikipedia.org/wik

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OLA!.EU SOU MARCIO DE MEDEIROS-PROF.DO SETEF,SEJA BEM VINDO AO NOSSO BLOG.JESUS TE AMA E MORREU POR VOÇÊ!!!.
TEMOS,1 SITE DESTINADO A CULTURA GERAL , OUTRO SITE DESTINADO À ASSUNTO BÍBLICOS E UM OUTRO SITE DESTINADO À ENTRETENIMENTO,TEMOS:JOGOS,FILMES,DESENHOS ETC.USE OS LINKS ABAIXO PARA VISITAREM OS SITES.TEMOS 3 SITES E 1 BLOG.BOM PROVEITO!.

https://sites.google.com/
http://www.prof-marcio-de-medeiros.webnode.com/
http://profmarcio.ucoz.com