CONTADOR DE VISITAS

contador de acessos

Funk Gospel- Novas 2016-2017

FUNK E NOVO SOM

funk gospel e infantil

MX GOSPEL

HINOS JUDAICOS E ROMANTICAS

FUNK GOSPEL- VARIOS

MUSICAS MESSIANICAS

MELODY E VARIAS

VIDEO DO POKEMON

ESTUDO-INFERNO

Jogos para voce

ORIENTE MÉDIO

TURMINHA DA GRAÇA E MIDINHO

OS TRAPALHOES E A PRINCESA XUXA

Os trapalhoes-vol. 2

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAPOLIN

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAVES

DE GRAÇA RECEBESTE, DE GRAÇA DAI!!!!.

DE GRAÇAS RECEBESTES,DE GRAÇA DAI-MT10.8

ESTUDO-Jo 3.16

ESTUDO SOBRE ADORAÇÃO

INFANTIL

HINOS JUDAICOS

FUNK GOSPEL E ROMANTICAS 03

JOGO DE PERGUNTAS BÍBLICAS

CLIQUE PARA RESPONDER AS PERGUNTAS Coloque este widget em seu blog

FUTEBOL COM CARROS

JOGO ATIRE NAS GARRAFAS

JOGO DA BALEIA

JOGO DA BALEIA

Jogo pac man

JOGO BASKET

JOGO blast

JOGO MAGNETO

JOGO DE CORRIDA

Corrida Bíblica–o game

JOGO DA VELHA 02

Mais Jogos no Jogalo.com JOGO DA VELHA 02

JOGO BÍBLICO DE PERGUNTAS

Noticias g1

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS 02

LEITURA EM INGLÊS 02

NOVO SOM E DIVERSOS

funk gospel e musica judaica 02

ROMANTICASM JUDAICA E FUNK GOSPEL

RELÓGIO COM MENSAGEM

ROMANTICAS E FUNK GOSPEL

ROMANTICAS E FUNK GOSP. 02

ROMANTICAS GOSPEL

FUNK GOSPEL 25

FUNK GOSPEL 24

FUNK GOSPEL23

FUNK GOSPEL 22

FUNK GOSPEL 21

funk gospel 20

FUNK 19

/>

funk gospel 18

FUNK GOSPEL 16

FUNK GOSPEL 15

FUNK GOSPEL 14

GOSPEL FUNK 17

Prof. Marcio de Medeiros--ESTUDO SOBRE O INFERNO

NOTICIAS DE CONCURSOS

BEM ESTAR -GNT

FILME-A ÚILTIMA BATALHA

BATE PAPO CRISTÃO

Qual é a sua avaliação sobre este blog?

Formulario de autoresposta


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


NOVO SOM-ROMANTICAS

FUTEBOL 03

Placares oferecidos por futebol.com

FUTEBOL 04

Tabela futebol Brasileirão Serie A oferecida por Futebol.com

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF-SEMINARIO TEOLÓGICO FILADÉLFIA-J. BOM PASTOR-BELFORD ROXO-RJ

CAIXA DE CURTI FANPAGE

CUMPRIMENTO AO VISITANTE

link me

Prof Marcio de Medeiros

Por favor coloque este codigo em seu site ou blog e divulgue o nosso blog

NOTÍCIAS RIO

REDECOL NOTICIAS




NOTICIAS

G1 NOTICIAS

G1 NOTICIAS

MENTE MILIONARIA

MENTE MILIONARIA-COMO SER BEM SUCEDIDO FINANCEIRAMENTE
CLIQUE E ASSISTA!!!!

PROP. DA PAGINA NO FACE04

BUSCA DE EMPREGOS

BATIDAO GOSPEL 10

FUNKS DIVERSOS 11

BATIDÃO GOSPEL12

FUNK GOSPEL 13

Batidao 09

BATIDAO 08

BATIDÃO 07

BATIDÃO GOSPEL 06

BATIDÃO GOSPEL 3

BATIDÃO GOSPEL 4

BATIDÃO GOSPEL 07

BATIDÃO GOSPEL

BATIDÃO GOSPEL 2

BATIDAO GOSPEL 05

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE

SITE DE ENTRETENIMENTO

UTILITARIOS EM GERAL

CALENDARIO E JESUS

CALENDÁRIO E PAISAGEM

musicas do c.c e da harpa

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 03

BANNER DO SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ENTRETENIMENTO

MENSAGEM PARA VOÇÊ 2

SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ASSUNTOS BÍBLICOS

SITE DE CULTURA

DESENHO DA CRIAÇÃO E DE NOÉ

DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A ARCA DE NOÉ-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO SOBRE JOSUÉ

DESENHO SOBRE JOSUÉ-CLIQUE PARA ASSISTIR.

DESENHO SOBRE MOISÉS

DESENHO SOBRE MOISÉS-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO-O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS-CLIQUE PARA ASSSITIR

FILME-INFERNO EM CHAMAS

FILME O INFERNO EM CHAMAS

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 02

DA LINK SA PAG.DO FACE DO BLOG

AULA DE BIBLIOL.SETEF-07/05/13

AULA DE BIBLIOLOGIA-DATA:07/05/13- MINISTRADA DO SEMINARIO SETEF

Pag do facebook 02

quinta-feira, 4 de julho de 2013

508-OS 144.000 DO LIVRO DE APOCALIPSE






» Os 144.000 quem são, e de onde vêm?

Pai nosso, que estás nos céus, como pecadores que somos, inclinamos nossas cabeças e pedimos o perdão de todos nossos pecados. Venha iluminar-nos com Tua Palavra. Varre o erro de nossas mentes e liberta-nos por Tua Palavra para que retenhamos somente o que vem de Ti. Em nome de Jesus, Te pedimos, amém. Abramos a Bíblia em Apocalipse 14:12:

"Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus."

João viu ser esta a característica da última geração do povo de Deus nos últimos dias. Não é dito que eles guardam alguns mandamentos, mas sim que eles GUARDAM OS MANDAMENTOS. Isso significa que este povo visto por João guarda todos os Dez Mandamentos. Sabemos que os mandamentos de Deus são a reprodução do Seu caráter, a descrição da Sua vontade para nós. O povo dos últimos dias andará em harmonia com a Sua vontade. Sua mente estará totalmente dedicada ao Seu serviço. É por essa razão que João os vê com o nome do Pai nas suas testas:

"E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em sua testa tinham escrito o nome dele e o de seu Pai." Apoc. 14:1

João vê que este grupo guardador dos mandamentos tem o nome de Deus escrito na fronte. O texto acima fala que tinham também o nome do Cordeiro, mas as versões antigas mostram que eles têm só o nome do Pai na fronte, não o do Cordeiro. E Ellen G. White concorda com isso, porque em Primeiros Escritos, pag. 15, ela vê que os 144.000 têm somente o nome do Pai escrito nas testas. Ela diz:

"Os 144.000 estavam todos selados e perfeitamente unidos. Em sua testa estava escrito: ‘Deus, Nova Jerusalém’" Primeiros Escritos, pág. 15.

João viu os que guardaram todos os mandamentos nos últimos dias, que têm o nome de Deus na testa porque decididamente fizeram sua vontade. Ao olhar para eles, disse viu 144.000 pessoas.
Se eu disser que ouvi alguém dizer “144.000” pessoas, ninguém vai pensar que eu ouvi um milhão de pessoas.  Alguns dizem que o número dos 144.000 é simbólico, mas o próprio relato de João, dizendo que ele ouviu serem 144.000 pessoas, mostra que esse número é literal, ou seja, 144.000 pessoas que faziam parte deste grupo. João continua descrevendo a visão dos 144.000 em Apocalipse 14. Leiamos agora o verso 2:

"E ouvi uma voz do céu como a voz de muitas águas e como a voz de um grande trovão; e uma voz de harpistas, que tocavam com a sua harpa." Apoc. 14:2.

Ouvindo a voz dos 144.000, ele disse ser a voz de muitas "águas". O que a palavra "águas" significa? Em Apocalipse 17:5 temos revelação:  "As águas que viste, onde se assenta a prostituta, são povos, e multidões, e nações, e línguas." Apoc. 17:15. João ouviu que a voz dos 144.00 era como de muitas "águas", ou seja, era a de pessoas de todas as nações e línguas". Alguns dizem que os 144.000 serão pessoas que pertencem só ao povo judeu, mas isso não é verdade. Como vemos, a Bíblia revela que elas pertencerão a todos os povos e nações. Serão Moçambicanos, Zambianos, Malawianos, Brasileiros, etc., de todos os países. Ainda em Apocalipse 14:2, João relata ter ouvido também que a voz dos 144.000 era como voz de harpistas. Em outro lugar, ele vê este mesmo grupo, os 144.000 que têm as harpas de Deus, e comenta sobre a sua experiência:

"E vi um como mar de vidro misturado com fogo e também os que saíram vitoriosos da besta, e da sua imagem, e do seu sinal, e do número do seu nome, que estavam junto ao mar de vidro e tinham as harpas de Deus." Apoc. 15:2.

Qual parte da experiência dos 144.000, que têm as harpas de Deus, ele comenta aqui? Diz que eles saíram vitoriosos "da besta, e da sua imagem, e do seu sinal, e do número do seu nome". Uma característica dos 144.000 é que eles foram vitoriosos da besta e do seu sinal, ou marca. Qual é o sinal, marca da besta? Ellen G. White diz: “Quando vier a prova, será mostrado claramente o que é a marca da besta. Ela é a observância do domingo.” The Seventh-day Adventist Bible Commentary, vol. 7, pág. 980. Mas quando a marca da besta virá? Ela também responde: "A observância do domingo não é ainda o sinal da besta, e não o será até que saia o decreto compelindo os homens a venerarem esse falso sábado". Eventos Finais, pag. 192. Este decreto já saiu? Ainda não. Portanto, o domingo ainda não é a marca da besta. Mas, como lemos em Apocalipse 15:2, os 144.000, que têm as harpas de Deus, são os vitoriosos sobre a besta e a sua imagem:

“E vi um como mar de vidro misturado com fogo e também os que saíram vitoriosos da besta, e da sua imagem,." Apoc. 15:2.

Eles têm que ser, portanto, pessoas que estarão vivas quando a marca da besta for imposta sobre os homens. São pessoas que estarão vivas quando o domingo se converter na marca da besta, quando vier a lei dominical. Então, os 144.00 são um grupo de pessoas que estão vivas hoje e será vitorioso na crise da lei dominical que ainda virá. Portanto, não podem fazer parte deste grupo os que já morreram desde 1844, como diz a Igreja Adventista do Sétimo Dia Movimento de Reforma. Voltemos para a descrição dos 144.000 feita por João em Apocalipse 14:3:

"E cantavam um como cântico novo diante do trono e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra." Apoc. 14:3

O povo de Deus no passado, o Israel antigo, aprendeu a relatar sua experiência em cânticos. A Bíblia nos apresenta o cântico de Miriã, por exemplo, em Êxodo 15:21:

"E Miriã lhes respondia: Cantai ao Senhor, porque sumamente se exaltou e lançou no mar o cavalo com o seu cavaleiro" Êxo. 15:21.

O cântico relatava o fato de Deus ter afogado o exército egípcio no mar. Reflete a experiência que Miriã vivenciou.  Da mesma forma, o cântico dos 144.000 reflete sua experiência.

Todavia, Apoc. 14: 3 relata que eles cantavam um cântico "novo". A palavra "novo" significa que ninguém teve experiência semelhante. É uma experiência única, que ninguém teve antes. No livro de Apocalipse, capítulo 7, João descreve com mais detalhes esta experiência. Leiamos o verso 4, e em seguida a partir do 9:

"E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel." Apoc. 7:4.

Em primeiro lugar, João relata que OUVIU o número dos assinalados: "144.000. Vamos agora para o verso 9:

"Depois destas coisas, olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos;" Apoc. 7:9.

Após ouvir o número dos selados, ele OLHA e vê este grupo. Para ele, o grupo era como uma multidão de pessoas de todas as nações e povos e línguas. Qual era sua experiência? Leiamos a partir do verso 13:

"E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são e de onde vieram? E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram de grande tribulação" Apoc. 7:13, 14.

O ancião disse que os 144.000 são os que vieram de grande tribulação. Que tribulação é essa? Jesus a descreve em Mateus 24:

"porque haverá, então, grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco haverá jamais. E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas, por causa dos escolhidos, serão abreviados aqueles dias." Mateus 24:21, 22.

Esta grande tribulação é aquela que virá no último tempo, antes de Jesus voltar. Vivemos em dias atribulados hoje, mas podemos dizer que esta grande tribulação já começou? Não. Portanto, os 144.000 são os que passarão pela grande tribulação que virá no futuro. têm que ser, portanto, pessoas que estão vivas hoje. Não farão parte deste grupo nem Ellen G White nem os que morreram. Os 144.000 serão pessoas vivas que pertencem à última geração que viver na terra.

Vamos continuar a analisar a descrição que João deu deste grupo em Apoc. 14:4:

"Estes são os que não estão contaminados com mulheres, porque são virgens." Apoc. 14:4.

Em profecia, sabemos que mulher representa a "igreja", a noiva de Cristo. Uma mulher pura, virgem, representa uma igreja fiel a Cristo e Sua verdade, uma igreja que não tem doutrinas falsas. Quase todas as igrejas cristãs crêem na Trindade, uma doutrina que ensina ser Deus não uma, mas três pessoas. Todavia, os apóstolos, que receberam a doutrina pura de Cristo, não criam nesta doutrina. Leiamos o que eles testemunharam sobre sua fé em I Coríntios 8:5,6:

" Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores), todavia, para nós há um só Deus, o Pai" I Cor. 8:5, 6.

Os apóstolos aprenderam de Jesus e ensinaram que Deus é uma pessoa - não três - e que esta pessoa é o Pai. Toda igreja que não ensina esta doutrina de Jesus não pode ser comparada a uma virgem pura. Não pode fazer parte dos 144.000 que não se contaminaram com mulheres. Portanto, hoje, nenhum membro de uma igreja que creia na doutrina da trindade, que continue freqüentando os cultos desta igreja, pode fazer parte dos 144.000. Só os que não se contaminaram com a doutrina falsa da trindade poderão fazer parte deste grupo.  Jesus mesmo ensinou aos seus seguidores que Seu Pai é o único Deus - leiamos em João 17:3:

" Jesus falou essas coisas e, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, é chegada a hora...E a vida eterna é esta: que conheçam a ti só por único Deus verdadeiro" João 17:1, 3.

Existem outras igrejas, como as testemunhas de Jeová, que afirmam serem os 144.000 somente os membros da sua igreja. Todavia, uma simples leitura da Bíblia mostra que esta idéia é falsa. O que João diz, quando vê os 144.000? Leiamos em Apocalipse 14:1:

"E olhei, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em sua testa tinham escrito o nome dele e o de seu Pai." Apocalipse 14:1.

João não diz: "olhei e vi os 144.000 que pertenciam à igreja "x", mas diz que são pessoas  que têm o nome do Pai nas testas, que fazem a Sua vontade. Nem todo o que entrar para uma igreja e dizer “Senhor, Senhor”, entrará no reino do céu, mas aquele que faz a vontade do Pai. Voltemos para Apocalipse 14:4, onde João segue descrevendo os 144.000:

"Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vai. " Apoc. 14:4.

Quem é o Cordeiro? Jesus. Por que Ele é chamado aqui com esse nome, e não com tantos outros que tem na Bíblia? Em outros lugares, Ele é chamado e Miguel, Emanuel, Filho de Deus, etc. Mas aqui é chamado de Cordeiro. Isso não é sem causa. O cordeiro era o animal sacrificado pelos pecados dos homens no velho testamento e lembrava Jesus em Seu sacrifício na cruz. Jesus foi o Cordeiro quando foi pendurado no madeiro, quando foi CRUCIFICADO. Os 144.000 seguem, não os pastores departamentais de uma igreja, seja ela a Reforma ou qualquer outra, mas seguem o Cordeiro na cruz. Jesus diz: "se alguém quer vir após Mim, renuncie-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-Me". Os 144.000 escolhem este caminho, o caminho estreito de negação da vontade do "eu" para que a vontade de Cristo seja feita em suas vidas. O caminho de submissão à vontade de Deus, ainda que isso exija sacrifício e abnegação. É dessa forma que seguem o Cordeiro. É verdade que os muitos que verdadeiramente aceitaram a Jesus em todas as épocas seguiram o Cordeiro, mas nenhum deles seguiu o Cordeiro POR ONDE QUER QUE VAI, ou seja, até que o "eu" seja completamente crucificado e somente a vontade de Cristo seja feita na sua vida; até que o caráter de Cristo seja perfeitamente refletido pelo seu, até que eles sejam achados em perfeita obediência aos mandamentos. Terminamos com outra característica deste grupo relatada por João:

"E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus." Apoc. 14:5.

Na boca dos 144.000 não se encontra engano. Não são falsos de palavra nem de atitude, e não crêem em doutrinas falsas como a trindade. Não estão enganados pelas doutrinas do diabo. E são "irrepreensíveis" diante de Deus. Quando seu nome passar em revista no juízo do céu, verifica-se que seu caráter está perfeitamente em harmonia com a lei, que eles foram completamente transformados pela graça de Jesus.

Jesus convida vocês a fazerem parte deste grupo, dos 144.000. Para isso, é necessário uma preparação e um afastamento dos erros e doutrinas falsas. Poderemos fazer parte deste grupo se continuamos a congregar na igreja que prega erros como a Trindade? Vejamos o que a Bíblia nos diz em II Cor. 6:14 em diante:

"Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei e entre eles andarei; e Eu serei o seu Deus, e eles serão o Meu povo. Pelo que saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; e não toqueis nada imundo, e eu vos receberei; e Eu serei para vós Pai, e vós sereis para Mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-poderoso." II Cor. 6:14-18.

Que atendamos a esse conselho do céu, é a vontade Deus para nós. Que Deus abençoe a todos. Oremos:

Pai nosso que estás nos céus, agradecemos-Te pela revelação que nos dás sobre este grupo de 144.000 pessoas que serão a Tua recompensa pelo sacrifício de Jesus. Pedimos que nos dê Tua graça, Teu poder, e nos faça abandonar os erros de Satanás para que possamos fazer parte deste grupo, refletindo perfeitamente o caráter de Jesus e honrando o Teu santo nome. É o que Te rogamos, em nome de Jesus, amém. 

O ENIGMA DOS 144 MIL

OS 144 MIL DE ISRAEL ( Apocalipse 7: 4 a 8 ) – Enigma referente aos JUDEUS
OS 144 MIL GENTIOS ( Apocalipse 14: 1 a 5 )  -  Enigma referente aos GENTIOS
Como em muitas passagens da Bíblia, estas também, são duas passagens enigmáticas.
Não se trata de um número exato como mostrado, e sim, enigmático.
Para explicar estas Profecias faz-se necessário entender o seguinte:
Deus fala por Enigmas conforme Números 12: 8, logo, considerar os 144 Mil como uma quantidade exata é esquecer o que diz Números 12: 8 quando Deus diz que fala por Enigmas;
As Verdades Bíblicas não estão em ordens Cronológicas e Literais.
A Teologia é a Ciência dos Enigmas de Deus.
A Bíblia é o Livro Teológico que contem toda a Verdade, porém encoberta por Enigmas;
O nº 144 Mil simboliza uma expressão numérica que partindo de 12, multiplicou-se por 12 , por mil,  por milhares, e milhões ao longo do tempo, e, continua multiplicando-se, como Processo de multiplicação;
São dois mil anos do Período da Graça, de CRISTIANISMO de Salvação, e, considerar uma quantidade exata, em144 mil, ao longo da História, não tem o menor sentido em quaisquer hipóteses ou circunstâncias, ou doutrina religiosa;
Os 144 Mil é uma forma enigmática de caracterizar simbolicamente todos os Salvos em Cristo Jesus, a partir dos 12 Apóstolos. Não se trata de uma quantidade exata, e sim, simbólica e representativa, envolvendo SALVOS em Cristo Jesus, tantos JUDEUS como GENTIOS (não Judeus)
Ex : 12 x 12 x mil ( milhares ) (milhões)
12 x 12 = 144 x mil ( milhares ) ( milhões )
Jesus chamou 12 Discípulos, sendo que 1 (um ) se perdeu.
-  Paulo foi chamado, na Estrada de Damasco, e tomou o lugar de Judas Iscariotes ( Atos 9: 1 a 30 );
-  O sorteio que os 11 Discípulos fizeram para escolher o substituto de Judas, não foi vontade de Deus, tanto é que MATIAS, o escolhido, não se destacou. ( Atos 1: 15 a 26 ) .
Estão evidentes duas expressões de 144 Mil – ( Apocalipses 7: 4 a 8 ) e ( Apocalipses 14: 1 a 5 )
Uma  refere-se aos JUDEUS ( Apocalipse 7: 4 a 8 ) e outra  refere-se aos GENTIOS ( Apocalipse 14: 1 a 5 ), isto é, demais povos Não Judeus
.OS 144 MIL REFERENTES AOS JUDEUS
APOCALIPSE 7: 1 a 8
7:1 E DEPOIS destas coisas vi quatro anjos que estavam sobre os quatro cantos da terra, retendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, nem sobre o mar, nem contra árvore alguma.
7:2 E vi outro anjo subir do lado do sol nascente, e que tinha o selo do Deus vivo; e clamou com grande voz aos quatro anjos, a quem fora dado o poder de danificar a terra e o mar,
7:3 Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus.
A partir do versículo 4 até  8, abaixo, não deixa dúvida que  está se referindo aos JUDEUS;
Detalhe significativo : “assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus”  -  Este detalhe mostra a diferença entre a expressão “Deus” e a expressão “Pai” quando abordarmos os 144 Mil não Judeus.em Apocalipse 14: 1 a 5, mais adiante;
Os Judeus não aceitavam as palavras de Jesus quando se referia a Deus como PAI, desta forma podemos afirmar que todo este Capítulo refere-se aos JUDEUS, enigmaticamente;
7:4 E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel
.7:5 Da tribo de Judá, havia doze mil assinalados; da tribo de Rúben, doze mil assinalados; da tribo de Gade, doze mil assinalados;
7:6 Da tribo de Aser, doze mil assinalados; da tribo de Naftali, doze mil assinalados; da tribo de Manassés, doze mil assinalados;
7:7 Da tribo de Simeão, doze mil assinalados; da tribo de Levi, doze mil assinalados; da tribo de Issacar, doze mil assinalados;
7:8 Da tribo de Zebulom, doze mil assinalados; da tribo de José, doze mil assinalados; da tribo de Benjamim, doze mil assinalados.
DE TODAS AS TRIBOS DOS FILHOS DE ISRAEL (  Apocalipse 7: 4 )
A quantidade corresponde ao número de filhos de Israel ( doze )
Entretanto faltaram as Tribos de DÃ e EFRAIM,
Notou este detalhe enigmático?
PENSE NISSO
As Tribos de ISRAEL são em número de 12 (doze) e originaram-se dos 12 filhos de JACÓ :
Ruben, Simeão, Levi, Judá, Issacar, Zebulom, Gade, Aser, José, Benjamim, Dã, Naftali.( Gênesis 49: 1 a 28)
A Tribo de JOSÉ ficou caracterizada por seus dois filhos que nasceram no Egito : EFRAIM  e MANASSÉS, e, que constituíram duas tribos quando ocuparam a Terra Prometida, por herança, sendo que a Tribo de Levi não recebeu Herança em possessão de terras ( Josué 14: 4 );
Detalhe significativo: 12 Tribos ocuparam a Terra Prometida, enigmaticamente, conforme relação a seguir:
RUBENS, SIMEÃO, JUDÁ, ISSACAR, ZEBULOM, GADE, ASER, BENJAMIM, DÃ, NAFTALI, EFRAIM E MANASSÉS.
Detalhe significativo em Apocalipse 7: 1 a 8 está no fato de não serem citadas as Tribos de Efraim e Dã, POR QUÊ ???
O ANTICRISTO
O ANTICRISTO, ao que tudo indica, será um Judeu da Tribo de DÃ;
A Tribo de DÃ não foi extinta possuindo remanescentes e está presente na Região da Alta Galiléia, perto da fronteira com a Síria. O estabelecimento foi fundado em 1939. Um pouco mais ao norte fica o Tell El-Qadi, local do antigo estabelecimento. (Fonte: Enciclopédia de Bíblia, Teologia e Filosofia – Editora Candeia/SP).
PRESTE ATENÇÃO na Profecia de Jacó para seu filho DÃ, em Gênesis 49: 17 e 18
17 = “Dã será serpente junto ao caminho, uma víbora junto à vereda, que morde os talões do cavalo, e faz cair o seu cavaleiro por detrás”
18 = “A tua salvação espero, ó Senhor!”
A Tribo de Dã, ao que tudo indica, não foi esquecida na relação das Tribos de Apocalipse 7: 1 a 8, mas sim, excluída profeticamente e enigmaticamente, pela sua conduta Idólatra, conforme Juízes 18: 14 a 31;
A Tribo de Dã foi a principal responsável pela Idolatria do Reino do Norte ( Israel ) ( Juízes 18: 14 a 31 ), e, que levou ao Juízo de Deus, pelo domínio e cativeiro dos Assírios ( 2ª Reis 17: 3 a 6 );
Um outro detalhe chama à atenção, caracterizado pelas palavras proféticas de JACÓ quando diz que Dã é serpente ; Serpente lembra a Satanás ( Apocalipse 12: 9 ) e profeticamente, o ANTICRISTO ( 2ª Tessalonicenses 2: 7 a 12 );
Tudo indica que o ANTICRISTO será um Judeu de origem da Tribo de Dã, vivendo anonimamente, em face da Profecia de Jacó;
“Caminho” : está relacionado com a Igreja de Cristo ( Atos 19: 23 );
 “Por detrás” : está caracterizado perseguição e traição; ( Daniel 9: 27 )
Tudo indica que Israel fará uma aliança com o ANTICRISTO, pelo fato de sua genealogia, durante a 1ª Metade da Grande Tribulação, quebrando esta Aliança a partir da 2ª Metade dos 7 anos que caracterizam a Grande Tribulação para Israel ( Daniel 9: 27 );
 “Tempo da angústia para Jacó” ( Jeremias 30: 4 a 9 )
“A tua salvação espero, ò Senhor!” (Gênesis 49: 18): não deixa dúvidas que JACÓ está falando do MESSIAS e a Salvação dos Judeus.
Detalhe significativo está no fato de Apocalipse 7: 1 a 8 citar o nome de JOSÉ e de seu filho Manassés, omitindo o filho EFRAIM, …POR QUE ???
PENSE NISSO:
A Tribo de EFRAIM sob a liderança de JEROBOÃO promoveu a Revolta que redundou na separação das 12 Tribos, ficando JUDÁ e BENJAMIM sob o Governo de ROBOÃO ( 2ª Crônicas 11: 12 ), e as 10 restantes sob o Governo de JEROBOÃO; ( 1ª Reis 12: 20 ) – Reino do Norte;
Do exposto podemos afirmar que não foi esquecimento a ausência de EFRAIM na relação de Apocalipse 7: 1 a 8, e sim, uma exclusão profética e enigmática, caracterizando um Juízo de Deus;
A Tribo de EFRAIM e Dàforam excluídas da relação de Apocalipse  7: 1 a 8, por Juízo de Deus;
No lugar de EFRAIM, Deus colocou o nome de JOSÉ, seu pai, por direito e vontade de Deus ( Apocalipse 7: 8 );
No lugar de , Deus colocou o nome de MANASSÉS, por substituição ( Apocalipse 7: 6 );
Deus não é injusto e cruel a ponto de deixar os JUDEUS, de forma geral, da Tribo de EFRAIM e DÃ, fora, completamente e inexoravelmente, de Sua Salvação, conforme Apocalipse  7: 1 a 8;
A exclusão é uma forma enigmática, relacionada com as informações do estudo apresentado caracterizado pela quantidade 12 das Tribos e dos Apóstolos, e, tudo mais que o meu discernimento não alcançou;
A idéia enigmática é chamar à atenção para  12 Tribos dos Judeus, e, para os 12 Apóstolos Judeus;
Detalhe significativo: 12 Tribos foram relacionadas em Apocalipse 7: 1 a 8, apesar das substituições, enigmaticamente
O número 12 é uma quantidade enigmática e não tem nada relacionado com Numerologia, Cabala, Etc…por favor !!!
Eu estudo a Bíblia como um Livro Enigmático por Divina Excelência ( Números 12: 8 );
PRIMEIRA EXPRESSÃO ENIGMÁTICA = ( Apocalipse 7: 1 a 8 )
Os 144 Mil JUDEUS que são descriminados de forma exata, sendo 12 Mil de cada Tribo, não tem sentido lógico, mas apenas uma referência enigmática, mostrando que a partir dos 12 Apóstolos JUDEUS, o Evangelho alcançaria Judeus no mundo inteiro que se multiplicariam em milhares de todas as Tribos, tornando-se Judeus Cristãos, como já existem espalhados pelo Mundo e também em Israel.
Estão incluídos nesta passagem profética os Judeus que não apostatarão durante a Grande Tribulação, mantendo-se fiéis até a Batalha do Armagedom e a Volta do Messias, conforme a expressão em Apocalipse 7: 3 – …”os servos do nosso Deus”, e, a expressão em Apocalipse 7: 14 – …”Estes são os que vieram da grande tribulação…”
Meu embasamento está  reforçado pelo versículo 9 na mesma seqüência quando fala dos que estavam trajando vestidos brancos perante o Cordeiro, e, pelo versículo 14  que afirma terem eles vindo da grande tribulação e lavaram seus vestidos e os branquearam no sangue do Cordeiro, enigmaticamente; Não deixa dúvidas que se trata de Judeus Judaizantes convertidos ao Cristianismo durante a Grande Tribulação (Apocalipse  7: 14 );
DETALHE ENIGMÁTICO: Judeus Salvos perante o Cordeiro não deixa dúvida de que são Discípulos a partir dos 12 Apóstolos, logo, os 144 Mil referem-se a Judeus Cristãos convertidos a partir dos 12 Apóstolos;
Enigmaticamente, está  tratando de JUDEUS envolvendo o CORDEIRO ( JESUS ), numa demonstração clara deJUDEUS convertidos ao cristianismo;
Algo extraordinário vai acontecer durante e principalmente no final da Grande Tribulação referente aos JUDEUS em relação ao CORDEIRO – JESUS – ( MESSIAS ), conforme Profecias  ( Apocalipse 1: 7 ) ( Zacarias 12: 10 )
Apocalipse
1:7 Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o traspassaram; e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém.
“até os mesmos que o transpassaram” se refere PROFETICAMENTE a NAÇÃO de Israel, e, não às pessoas que o crucificaram, logicamente;
Israel ficou, até 14/05/1948,  disperso pelo Mundo cerda de 2000 mil anos, e agora está esperando o Messias para o cumprimento da profecia de Apocalipse 1: 7 e Zacarias 12: 10.
Zacarias
12:10 Mas sobre a casa de Davi, e sobre os habitantes de Jerusalém, derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem traspassaram; e pranteá-lo-ão sobre ele, como quem pranteia pelo filho unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito.
CONTINUAÇÃO DE APOCALIPSE 7:
7:9 Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos;
Neste ponto faz-se necessário lembrar que existem JUDEUS espalhados por diversas Nações, Tribos, Povos e Línguas, no Mundo, e, lembrar que todo o Capítulo refere-se a JUDEUS, enigmaticamente;
Não esquecer que são dois mil anos a partir dos Apóstolos, em relação à Salvação em Cristo Jesus, para uma quantidade inexpressiva de 144 mil.; É MUITO TEMPO E MUITA HISTÓRIA – que ainda não terminou !
7:10 E clamavam com grande voz, dizendo: Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro.
7:11 E todos os anjos estavam ao redor do trono, e dos anciãos, e dos quatro animais; e prostraram-se diante do trono sobre seus rostos, e adoraram a Deus,
7:12 Dizendo: Amém. Louvor, e glória, e sabedoria, e ação de graças, e honra, e poder, e força ao nosso Deus, para todo o sempre. Amém.
7:13 E um dos anciãos me falou, dizendo: Estes que estão vestidos de vestes brancas, quem são, e de onde vieram?
7:14 E eu disse-lhe: Senhor, tu sabes. E ele disse-me: Estes são os que vieram da grande tribulação, e lavaram as suas vestes e as branquearam no sangue do Cordeiro;
Como trata-se de Judeus e o Cordeiro (Jesus), logo, haverá SALVAÇÃO de Judeus durante a Grande Tribulação.
.  7:15 Por isso estão diante do trono de Deus, e o servem de dia e de noite no seu templo; e aquele que está assentado sobre o trono os cobrirá com a sua sombra.
7:16 Nunca mais terão fome, nunca mais terão sede; nem sol nem calma alguma cairá sobre eles.
7:17 Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima.
RECAPITULANDO OS 144 MIL REFERENTES AOS JUDEUS:
O Enigma dos 144 Mil,  está no fato de ser uma quantidade que tem o 12 como base de expressão matemática. Isto começou com Jesus – o Cordeiro , logo, trata-se  dos Judeus convertidos ao Cristianismo, A PARTIR DOS 12 APÓSTOLOS, conforme explicado no início.
Precisa ficar entendido que Deus exemplificou através de duas expressões enigmáticas de 144 Mil, sendo uma para os JUDEUS e outra para os GENTIOS ( não Judeus ), o quanto são importantes tanto um como o outro, noPLANO DE SALVAÇÃO.
OS 144 MIL REFERENTES AOS NÃO JUDEUS – GENTIOS CRISTÃOS
APOCALIPSE 14: 1 A 5
14:1 E OLHEI, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai.
Detalhe significativo : “que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai”  Este detalhe mostra  que se trata da forma como Jesus se referia a Deus, logo, não deixa dúvida que está relacionado com Gentios Cristãos.
Os Judeus não aceitavam as palavras de JESUS quando se referia a Deus como Pai; Este é um significativo detalhe diferenciador entre  Apocalipse 7: 3  ( Judeus ) e Apocalipse 14: 1 ( Gentios Cristãos ).
Apocalipse 7: 3 ( referentes aos Judeus explicado anteriormente )
7:3 Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus.
Apocalipse 14: (continuação)
14:2 E ouvi uma voz do céu, como a voz de muitas águas, e como a voz de um grande trovão; e ouvi uma voz de harpistas, que tocavam com as suas harpas.
14:3 E cantavam um como cântico novo diante do trono, e diante dos quatro animais e dos anciãos; e ninguém podia aprender aquele cântico, senão os cento e quarenta e quatro mil que foram comprados da terra.
14:4 Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro.
14:5 E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus.
ATENÇÃO para o detalhe referente ao CORDEIRO em ambos Capítulos de Apocalipse 7: 1 a 17 e Apocalipse 14: 1 a 5. Preste atenção que o Cordeiro é Jesus, logo, trata-se de Salvos, tanto de Judeus como de Gentios, a partir dos 12 Apóstolos;
Apocalipse 7: 17
7:17 Porque o Cordeiro que está no meio do trono os apascentará, e lhes servirá de guia para as fontes das águas da vida; e Deus limpará de seus olhos toda a lágrima.
14:1 E OLHEI, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai.
SEGUNDA EXPRESSÃO ENIGMÁTICA = ( Apocalipse 14: 1 a 5 )
Os 144 Mil que foram comprados da Terra, devidamente identificados, referem-se aos   GENTIOS CRISTÃOS ( demais povos não Judeus );
COMPRADOS DA TERRA quer dizer comprados com o Sangue de Jesus;
Como explicado para os Judeus, trata-se de uma Profecia enigmática :
144 Mil é uma expressão numérica que partindo de 12, multiplicou-se por 12 , por mil, por  milhares, e milhõesao longo do tempo, e, continua multiplicando-se, como Processo de Multiplicação;
Ex : 12 x 12 x mil (milhares ) (milhões)…
O termo especificando que não se contaminaram com mulher é uma referência especial para uma parcela de Cristãos SALVOS que não foram FORNICÁRIOS, e NÃO que mulher contamina, logicamente. Trata-se, enigmaticamente, de pessoas especiais que se consagraram durante a vida  em Cristo;
REFLITA nas afirmações de JESUS em Mateus 19: 12, e do Apóstolo Paulo em 1ª Coríntios 7: 7 a 9
Mateus 19:
19: 12 “Porque há eunucos que assim nasceram do ventre da mãe; e há eunucos que foram castrados pelos homens; e há eunucos que se castraram a si mesmos, por causa do reino dos céus. Quem pode receber isto, receba-o”. – palavras de Jesus
1ª  Coríntios 7: 7 a 9 – palavras do Apóstolo Paulo:
7:7 Porque quereria que todos os homens fossem como eu mesmo; mas cada um tem de Deus o seu próprio dom, um de uma maneira e outro de outra.
7:8 Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu.
7:9 Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se.
FORNICAÇÃO : Somente quem não consegue dominar plenamente este impulso e prática sexual, sabe avaliar a afirmação da referência em questão, sobre os considerados PRIMÍCIAS.
Toda esta passagem Bíblica de Apocalipse 14: 1 a 5 mostra que os 12 Apóstolos, que eram Judeus, converteram ao cristianismo, PELO DISCIPULADO, além de JUDEUS conforme Apocalipse 7: 4 a 8, também NÃO JUDEUS (Gentios), que multiplicaram-se, isto é, os 12 ganharam, não Judeus (Gentios ), que multiplicaram-se em MILHARES (MILHÕES ); e continuam multiplicando-se.
DETALHE ENIGMÁTICO E DIFERENCIADOR DE APOCALIPSE  14: 4 -  “ESTES”
14:4 Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens. Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá. Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro.
“Estes são os que não estão contaminados com mulheres; porque são virgens”
“Estes são os que seguem o Cordeiro para onde quer que vá”.
“Estes são os que dentre os homens foram comprados como primícias para Deus e para o Cordeiro”
A terceira afirmação está  concluindo que as duas primeiras são consideradas PRIMÍCIAS para Deus, num dos mais lindo SILOGISMO TEOLÓGICO;
O tratamento para os Salvos nessas circunstâncias é de uma grandeza incomensurável, somente comparada com os MÁRTIRES citados de forma clara em Apocalipses 7: 9 a 16.
MÁRTIRES : todos os que ao longo da História foram sacrificados mortalmente por amor ao Evangelho e a Jesus, como os sacrificados pelos Romanos, bem como, Missionários sacrificados em países não cristãos, entreTANTOS outros exemplos, e, os que na Grande Tribulação serão sacrificados por NÃO usar o Sinal da Besta ( Apocalipse 13: 15 ) ( Apocalipse 20: 4 ).
Apocalipse 13: 15
15 E foi-lhe concedido que desse espírito à imagem da besta, para que também a imagem da besta falasse, e fizesse que fossem mortos todos os que não adorassem a imagem da besta.
Apocalipse 20: 4
4 = E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.
Sobre o Sinal da Besta ver o Artigo “O PROFÉTICO E ENIGMÁTICO SINAL DA BESTA”, no Site
RECAPITULANDO APOCALIPSE  14: 1 a 5  ( Gentios Cristãos)
O Enigma está no fato de 144 Mil representarem uma quantidade múltipla de 12 envolvendo GENTIOS (NÃO JUDEUS) Salvos em Cristo que têm nos 12 Apóstolos o princípio discipulado e Teológico da Salvação;
- Deus  colocou duas situações  envolvendo SALVAÇÃO de Judeus e Gentios com quantidades exatas e iguais;
- Estas duas enigmáticas quantidades são iguais em 144 MIL
- Trata-se de 144 Mil Judeus ( Apocalipse 7: 4 a 8 ) e 144 Mil não Judeus ( Gentios ) ( Apocalipse 14: 1 a 5 );
- Chama à atenção o fato do número 144 ser um múltiplo de 12, isto é, 12 x 12 = 144;
- Trata-se, evidentemente, de um ENIGMA envolvendo uma expressão matemática com dados exatos, mas enigmaticamente indefinida, isto é, 12 x 12 x mil ( milhares ) ( milhões ) …;
- Não tem sentido que Deus tenha estabelecido duas quantidades EXATAS para o propósito da Salvação em Cristo Jesus, tanto para JUDEUS, como para GENTIOS, em quaisquer hipóteses ou circunstâncias, ou doutrina religiosa; mas sim, uma EXPRESSÃO enigmática conforme Números 12: 8 que diz sobre o fato de Deus se expressar por Enigmas.
O detalhe enigmático da afirmação, em Apocalipse 7: 9, de uma grande multidão que ninguém podia contar de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, é a resposta para ambas expressões enigmáticas de 144 mil em Apocalipse 7: 4 e Apocalipse 14: 1, e contextualizada com Apocalipse 14: 6.
Apocalipse 7: 4
7:4 E ouvi o número dos assinalados, e eram cento e quarenta e quatro mil assinalados, de todas as tribos dos filhos de Israel ( referentes aos Judeus )
Apocalipse 7: 9
7:9 Depois destas coisas olhei, e eis aqui uma multidão, a qual ninguém podia contar, de todas as nações, e tribos, e povos, e línguas, que estavam diante do trono, e perante o Cordeiro, trajando vestes brancas e com palmas nas suas mãos; ( referente aos Judeus )
Apocalipse 14: 1
14:1 E OLHEI, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai. ( referente aos não Judeus – Gentios ).
Apocalipse 14: 6
14: 6 “E vi um Anjo voar pelo meio do céu, e tinha a evangelho eterno, para proclamar aos que habitam a terra, e a toda a nação, e tribo, e língua, e povo”; ( referente aos Gentios )
Preste atenção que o texto, em Apocalipse 7: 9, afirma que ninguém podia contar – pela quantidade enumerável – logo, trata-se de uma afirmação ENIGMÁTICA de Apocalipse 7: 4 e Apocalipse 14: 1 que contextualizam com Apocalipse 14: 6 sobre o Evangelho Eterno proclamado aos que habitam sobre a Terra, e a toda a Nação, e Tribo, e Língua. E Povo;
Ninguém podia contar, logo, 144 mil é uma expressão enigmática e indefinida tanto para JUDEUS como paraNÃO JUDEUS ( GENTIOS );
Romanos 9: 24
“…os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios ? ”
Diante do CORDEIRO, na ETERNIDADE, e, a partir dos 12 Apóstolos, FICA EVIDENTE que tanto JUDEUS ( Apocalipse 7: 4 e 9 ), como, GENTIOS ( Apocalipse 14: 1 ), todos são Co-Herdeiros com Cristo Jesus ( Apocalipse 1: 6 ) – ( No Reino Celestial );
APOCALIPSE 1: 6
“E nos fez reis e sacerdotes para Deus e seu Pai: a ele glória e poder para todo o sempre”
“PARA DEUS” = referentes aos Judeus ( enigmaticamente ), conforme explicado inicialmente em Apocalipse 7: 3,
“E SEU PAI” =  referentes aos não Judeus ( enigmaticamente ), conforme explicado inicialmente em Apocalipse 14: 1;
PARA REFLEXÃO :
Quem já participou de Marketing de Rede entende como funciona esse Processo;
Segundo comentários o Marketing de Rede foi idealizado por Evangélicos e inspirados no processo multiplicador do discipulado cristão;
Na vida Secular o Trabalho Multiplicador de Rede nem sempre funciona, mas por COMPARAÇÃO, na Obra de Deus funciona;
O Apóstolo Paulo caracterizou em uma frase o Trabalho Multiplicador na Obra de Deus, comparado de minha parte,  ao Marketing de Rede,  ao afirmar :
“Porquanto , para mim o viver é Cristo, e o morrer é lucro” – em outras palavras – o viver é ganho em Cristo, e o morrer é lucro;( Filipenses 1: 21 );
Melhor explicando:
Em vida nós trabalhamos para o Processo da Salvação, pelo Espírito Santo;
Cada vida que conseguimos Evangelizar nesse Processo redunda em ganho espiritual em “multiplicação” , sempre aumentando; ( Ide ) ( fazei Discípulos );
Todo esse Trabalho  resulta em “Tesouro no Céu” como Prêmio” e “Galardão”, para todos os seguimentos do Processo Multiplicador, segundo a Justiça de Deus;
Para um melhor entendimento o Apóstolo Paulo e os demais Apóstolos são  ganhadores de Almas – em “multiplicação” -  pois, todos os que hoje são Cristãos ( Crentes ), de alguma forma, resultam em BÊNÇÃOS (lucro) (Tesouro no Céu ) para Eles, no Céu, segundo tudo o que fizeram  inicialmente no Evangelho,  sempre aumentando, e, segundo a Onisciente Justiça de Deus;
O MORRER é lucro, para quem ganhou Almas em Vida, principalmente quando esses ganham outros, sucessivamente.
Todo esse processo será  conhecido e reconhecido, pela ONISCIÊNCIA de Deus, no Reino Celestial em forma de “Tesouro no Céu”, “Prêmio “ e “Galardão”;
Posso não estar sendo claro em detalhes, mas creio estar sendo claro no conteúdo.
- Querer interpretar a Bíblia literalmente é o mesmo que querer interpretar literalmente um Enigma.
A DESCENDÊNCIA DE ISMAEL E O ENIGMA DOS 144 MIL
A ausência dos Mulçumanos, como descendência Profética de Abraão, no Enigma dos 144 Mil, só  tem explicação Teológica pelo fato de que os JUDEUS estão esperando o MESSIAS  e se converterão com o Seu aparecimento no Final da Grande Tribulação ( Eles verão aquele que transpassaram ) ( Zacarias 12: 10 ) ( Apocalipse 1: 7 );
Os Mulçumanos não estão esperando nenhum MESSIAS por força de divergências Teológicas cujo princípio está no desentendimento de SARA e HAGAR e a “RIXA” entre ISMAEL e ISAQUE, conforme Gênesis 16: 1 a 14 e Gênesis 21: 19; Ver o Enigma do Judaísmo, Islamismo, Cristianismo, no Site;
Desta forma o comportamento dos Mulçumanos durante a Grande Tribulação é uma incógnita;
Biblicamente não existe nenhuma referência Profética e Escatológica que explique como JESUS – O MESSIAS –citado no Alcorão será reconhecido e recebido pelos Mulçumanos, após a Grande Tribulação:
3ª SURATA: 45 – MESSIAS
45 E quando os anjos disseram: Ó Maria, por certo que Deus te anuncia o Seu Verbo, cujo nome será o Messias(148), Jesus, filho de Maria, nobre neste mundo e no outro, e que se contará entre os diletos de Deus.
114ª SURATA: 148 – MESSIAS
148. Messias; a forma hebraica e árabe é Massih. Cristo (em grego Christos), que quer dizer “o ungido”. Os reis e os sacerdotes eram ungidos para que aquilo simbolizasse a consagração dos seus destinos especiais.
Apocalipse 1: 7  nos dá  a seguinte generalização:
1: 7 = “Eis que vem com as nuvens, e todo o olho o verá, até os mesmos que o transpassaram, e todas as tribos da terra se lamentarão sobre ele. Sim. Amém”.
Alcorão
Fonte digital:
Centro Cultural Beneficente Árabe Islâmico de Foz do Iguaçu –

O ENIGMA DOS 144 MIL – CONCLUSÃO
A Figura Simbólica do CORDEIRO tem uma importância fundamental, tanto para o enigma dos 144 mil referentes aos Judeus ( Apocalipse 7: 9 ), como para o enigma dos 144 mil referentes aos Gentios  ( Apocalipse 14: 1 ),caracterizando tratar-se de Salvação pós Sacrifício de Jesus;
Deus estabeleceu duas expressões enigmáticas para caracterizar a SALVAÇÃO em Cristo Jesus, tanto para osJUDEUS, como para os GENTIOS – NÃO Judeus;
É evidente o detalhe da quantidade igual para as duas situações;
Não deixa dúvidas a intenção do CRIADOR em caracterizar os 144 mil como uma expressão numérica e enigmática : 12 x 12 x mil…milhares…milhões…
É importante o detalhe enigmático da referência sobre “servos do nosso Deus” para identificação dos JUDEUS,e, de “PAI” para identificação dos NÃO JUDEUS – GENTIOS;
Apocalipse:
7:3 Dizendo: Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que hajamos assinalado nas suas testas os servos do nosso Deus. – PARA OS JUDEUS; ( “os servos do nosso Deus” )
14:1 E OLHEI, e eis que estava o Cordeiro sobre o monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que em suas testas tinham escrito o nome de seu Pai – PARA OS NÃO JUDEUS (Gentios ); ( “o nome de seu Pai” )
É importante o detalhe da ausência dos nomes de DÃ e de EFRAIM na relação das 12 Tribos – COMO EXPLICADO;
Tudo indica que as Tribos de DÃ e EFRAIM foram excluídas, enigmaticamente, da relação dos enigmáticos 144 mil, por motivo de Idolatria, deixando uma enigmática REFLEXÃO e ALERTA  em relação À IDOLATRIA ( em geral ) e,  por extensão, a prática de “OBJETOS UNGIDOS”
Interpretar os 144 mil como uma quantidade EXATA, tem sido o motivo de tantas heresias em execução;
Ignorar os detalhes enigmáticos da Palavra de Deus tem sido o motivo de tantas interpretações heréticas.
A Obediência a Palavra de Deus é o “divisor de águas” entre  ser arrebatado ou entrar na Grande Tribulação.
Entrar na Grande Tribulação é o “divisor de águas” entre correr o risco de perder a Salvação ou entrar no rol dos Mártires.
Levar a sério o Ofício diante de Deus e a Palavra de Deus tem sido o cuidado de poucos, pois não é o que está absolutamente certo, mas o que está “dando certo”, o pensamento de muitos.

Fonte:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

OLA!.EU SOU MARCIO DE MEDEIROS-PROF.DO SETEF,SEJA BEM VINDO AO NOSSO BLOG.JESUS TE AMA E MORREU POR VOÇÊ!!!.
TEMOS,1 SITE DESTINADO A CULTURA GERAL , OUTRO SITE DESTINADO À ASSUNTO BÍBLICOS E UM OUTRO SITE DESTINADO À ENTRETENIMENTO,TEMOS:JOGOS,FILMES,DESENHOS ETC.USE OS LINKS ABAIXO PARA VISITAREM OS SITES.TEMOS 3 SITES E 1 BLOG.BOM PROVEITO!.

https://sites.google.com/
http://www.prof-marcio-de-medeiros.webnode.com/
http://profmarcio.ucoz.com