CONTADOR DE VISITAS

contador de acessos

Funk Gospel- Novas 2016-2017

FUNK E NOVO SOM

funk gospel e infantil

MX GOSPEL

HINOS JUDAICOS E ROMANTICAS

FUNK GOSPEL- VARIOS

MUSICAS MESSIANICAS

MELODY E VARIAS

VIDEO DO POKEMON

ESTUDO-INFERNO

Jogos para voce

ORIENTE MÉDIO

TURMINHA DA GRAÇA E MIDINHO

OS TRAPALHOES E A PRINCESA XUXA

Os trapalhoes-vol. 2

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAPOLIN

PRIMEIRO EPISÓDIO DO CHAVES

DE GRAÇA RECEBESTE, DE GRAÇA DAI!!!!.

DE GRAÇAS RECEBESTES,DE GRAÇA DAI-MT10.8

ESTUDO-Jo 3.16

ESTUDO SOBRE ADORAÇÃO

INFANTIL

HINOS JUDAICOS

FUNK GOSPEL E ROMANTICAS 03

JOGO DE PERGUNTAS BÍBLICAS

CLIQUE PARA RESPONDER AS PERGUNTAS Coloque este widget em seu blog

FUTEBOL COM CARROS

JOGO ATIRE NAS GARRAFAS

JOGO DA BALEIA

JOGO DA BALEIA

Jogo pac man

JOGO BASKET

JOGO blast

JOGO MAGNETO

JOGO DE CORRIDA

Corrida Bíblica–o game

JOGO DA VELHA 02

Mais Jogos no Jogalo.com JOGO DA VELHA 02

JOGO BÍBLICO DE PERGUNTAS

Noticias g1

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS

LEITURA EM INGLÊS 02

LEITURA EM INGLÊS 02

NOVO SOM E DIVERSOS

funk gospel e musica judaica 02

ROMANTICASM JUDAICA E FUNK GOSPEL

RELÓGIO COM MENSAGEM

ROMANTICAS E FUNK GOSPEL

ROMANTICAS E FUNK GOSP. 02

ROMANTICAS GOSPEL

FUNK GOSPEL 25

FUNK GOSPEL 24

FUNK GOSPEL23

FUNK GOSPEL 22

FUNK GOSPEL 21

funk gospel 20

FUNK 19

/>

funk gospel 18

FUNK GOSPEL 16

FUNK GOSPEL 15

FUNK GOSPEL 14

GOSPEL FUNK 17

Prof. Marcio de Medeiros--ESTUDO SOBRE O INFERNO

NOTICIAS DE CONCURSOS

BEM ESTAR -GNT

FILME-A ÚILTIMA BATALHA

BATE PAPO CRISTÃO

Qual é a sua avaliação sobre este blog?

Formulario de autoresposta


Nome:

E-Mail:

Assunto:

Mensagem:


NOVO SOM-ROMANTICAS

FUTEBOL 03

Placares oferecidos por futebol.com

FUTEBOL 04

Tabela futebol Brasileirão Serie A oferecida por Futebol.com

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF

HOMENAGEM AO PROF. MARCIO DE MEDEIROS,FEITA PELOS SEMINARISTAS DO SETEF-SEMINARIO TEOLÓGICO FILADÉLFIA-J. BOM PASTOR-BELFORD ROXO-RJ

CAIXA DE CURTI FANPAGE

CUMPRIMENTO AO VISITANTE

link me

Prof Marcio de Medeiros

Por favor coloque este codigo em seu site ou blog e divulgue o nosso blog

NOTÍCIAS RIO

REDECOL NOTICIAS




NOTICIAS

G1 NOTICIAS

G1 NOTICIAS

MENTE MILIONARIA

MENTE MILIONARIA-COMO SER BEM SUCEDIDO FINANCEIRAMENTE
CLIQUE E ASSISTA!!!!

PROP. DA PAGINA NO FACE04

BUSCA DE EMPREGOS

BATIDAO GOSPEL 10

FUNKS DIVERSOS 11

BATIDÃO GOSPEL12

FUNK GOSPEL 13

Batidao 09

BATIDAO 08

BATIDÃO 07

BATIDÃO GOSPEL 06

BATIDÃO GOSPEL 3

BATIDÃO GOSPEL 4

BATIDÃO GOSPEL 07

BATIDÃO GOSPEL

BATIDÃO GOSPEL 2

BATIDAO GOSPEL 05

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE

SITE DE ENTRETENIMENTO

UTILITARIOS EM GERAL

CALENDARIO E JESUS

CALENDÁRIO E PAISAGEM

musicas do c.c e da harpa

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 03

BANNER DO SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ENTRETENIMENTO

MENSAGEM PARA VOÇÊ 2

SITE DE ENTRETENIMENTO

SITE DE ASSUNTOS BÍBLICOS

SITE DE CULTURA

DESENHO DA CRIAÇÃO E DE NOÉ

DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A CRIAÇÃO
CLIQUE NO VÍDEO PARA ASSISTÍ-LO
DESENHO SOBRE A ARCA DE NOÉ-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO SOBRE JOSUÉ

DESENHO SOBRE JOSUÉ-CLIQUE PARA ASSISTIR.

DESENHO SOBRE MOISÉS

DESENHO SOBRE MOISÉS-CLIQUE E ASSISTA.

DESENHO-O NASCIMENTO DE JESUS

O NASCIMENTO DE JESUS-CLIQUE PARA ASSSITIR

FILME-INFERNO EM CHAMAS

FILME O INFERNO EM CHAMAS

PROPAGANDA DA PAG. DO FACE 02

DA LINK SA PAG.DO FACE DO BLOG

AULA DE BIBLIOL.SETEF-07/05/13

AULA DE BIBLIOLOGIA-DATA:07/05/13- MINISTRADA DO SEMINARIO SETEF

Pag do facebook 02

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

33-A LEI E A GRAÇA




FÉ E GRAÇA


“Porque pela graça sois salvos, mediante a ; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie”. (Ef 2:8,9)

A salvação é um dom da graça de Deus, mas somente podemos recebê-la em resposta à fé, do lado humano. Para entender corretamente o processo da salvação, precisamos entender essas duas palavras: Fé e Graça. A fé em Jesus Cristo é a única condição prévia que Deus requer do homem para a salvação. A fé não é somente uma confissão a respeito de Cristo, mas também uma ação dinâmica, que brota do coração do crente que quer seguir a Cristo como Senhor e Salvador (Mt 4:19;16:24, Lc 9:23-25, Jo 10:4,27;12:26, Ap 14:4).


O conceito de fé no Novo Testamento

Abrange quatro elementos principais:

1)      Fé significa crer e confiar firmemente no Cristo crucificado e ressurreto como nosso Senhor e salvador pessoal (Rm 1:17). Importa em crer de todo coração (At 8:37, Rm 6:17, Ef 6:6, Hb 10:22), ou seja: entregar a nossa vontade e a totalidade do nosso ser a Jesus Cristo tal como Ele é revelado no Novo Testamento.

2)      Fé inclui arrependimento, isto é, desviar-se do pecado com verdadeira tristeza (At 17:30, 2Co 7:10) e voltar-se para Deus através de Cristo. Fé salvífica é sempre fé mais arrependimento (At 2:37,38, Mt 3:2)

3)      A fé inclui obediência a Jesus Cristo e à sua palavra, como maneira de viver inspirada por nossa fé, por nossa gratidão a Deus e pela obra regeneradora do Espírito Santo em nós (Jo 3:3-6, Jo14:15,21-24, Hb 5:8,9). É a “obediência que provém da fé” (Rm 1:5). Logo, fé e obediência são inseparáveis (Rm 16:26). A fé salvífica sem uma busca dedicada da santificação é ilegítima e impossível.

4)      A fé inclui sincera dedicação pessoal e fidelidade a Jesus Cristo, que se expressam na confiança, amor, gratidão e lealdade para com Ele. A fé, no seu sentido mais elevado, não se diferencia muito do amor. É uma atividade pessoal de sacrifício e de abnegação para com Cristo (Mt 22:37, Jo 21:15-17, At 8:37, Rm 6:17, Gl 2:20, Ef 6:6, 1Pe 1:8).





Como receber a fé

Quanto a isto não há segredo: de nada serve á vida espiritual do homem aquela fé natural que todo o mundo possui e que nos ajuda a viver neste mundo. Para ele só adianta a fé em Deus, fé esta que nasce de uma maneira muito específica: “E assim, a fé vem pela pregação, e a pregação pela palavra de Cristo” (Rm 10:17).

É importante perceber a grande diferença entre inspiração, entusiasmo e fé genuína. Um homem pode inspirar o seu próximo a crer em certas coisas e fazer prodígios. Pois o poder do entusiasmo é tão contagiante que na presença de uma pessoa muito animada a outra se deixa envolver em suas idéias, terminando por assimilá-las e imitar os seus atos – o que nada tem a ver com fé. A fonte única de fé em Deus é sua palavra, base e fundamento de tudo que se deve crer a fim de agradá-lo e dele receber uma vida nova. Paulo, em sua orientação sobre a fé, destacou o fator “pregação pela palavra”.  Como é importante para o povo ouvir a palavra de Deus! A religião não serve para transformar nossas vidas. Ritos e preces não são suficientes para libertar-nos dos laços do pecado, medo ou doença. Eis a razão da posição central do púlpito nas igrejas evangélicas: aquele lugar onde a Bíblia é pregada. O âmago do culto público deve ser a afirmação da palavra de Deus, fonte daquela fé que transforma a vida. Leia a Bíblia, tanto em sua devoção pessoal, como em público e na presença de todo povo. Ouça a pregação da palavra, pois é assim que você crescerá na fé.

A fé em Jesus Cristo

A fé em Jesus como nosso senhor e salvador é tanto um ato de um único momento, como uma atitude contínua para a vida inteira, que precisa crescer e se fortalecer (Jo 1:12). Porque temos fé numa pessoa real e única que morreu por nós (Rm 4:25; 8:32, ITs 5:9,10), nossa fé deve crescer (Rm 4:20, 2Ts 1:3, 1Pe 1:3-9). A confiança e a obediência transformam-se em fidelidade e devoção (Rm 14:8,  2Co 5:15); nossa fidelidade e devoção transformam-se numa intensa dedicação pessoal e amorosa ao Senhor Jesus Cristo (Fp 1:21; 3:8-10, Jo 15:4, Gl 2:20 ). 

Os inimigos da fé

Todos nós cristãos sabemos que o diabo é o nosso inimigo número um, portanto inimigo de nossa fé em Deus e de nossa vida com Deus. Porém a própria religião cristã tem esmagado a fé de multidões de pessoas. O simples acreditar que “a igreja salva” já é o meio de induzir uma pessoa a depositar sua fé no lugar errado. Igreja jamais salvou pecador algum. Basta crer que “os dias de milagres já passaram” para matar de vez a fé viva nas promessas de Deus ainda intactas para os dias de hoje.

Suficiente é afirmar que “a tradição da igreja tem força igual á da Bíblia”, para que uma nova fonte errada se crie, na qual irá o “crente” ingenuamente beber. Vemos, portanto, que no próprio seio da igreja de Jesus Cristo há muitos adversários da fé.

É necessário fugir das idéias bem intencionadas do homem e através da palavra de Deus discernir a sua voz.

A prática da fé

A fé é um dom de Deus (Rm 12:3, Ef 2:8;6:23, Fp 1:29),  exclui a vanglória pessoal (Rm 3:27) e  a sua operação é pelo amor (Gl 5:6, ITm 1:5, Fl 5). A fé produz: salvação (Mc 16:16; At 16:31; Rm 1:17); esperança (Rm 5:2); alegria (At 16:34, 1 Pe 1:8); paz (Rm 15:3); confiança (Is 28:16, 1 Pe 2:6); ousadia na pregação (Sl 116:10, 2Co 4:13).

Fé é acreditar sem qualquer desconfiança,
Ainda que na frente nenhuma luz exista,
Deixando a dúvida e a falta de esperança,
Para aqueles que andam apenas por vista.
Confiar nas promessas de Deus, isso é fé,
Quando parece que Deus já nos esqueceu,
É não duvidar nem vacilar como São Tomé,
Nem buscar sinais e lamentar o que não sucedeu.
Fé é acreditar em Deus e nunca esquecer,
A esperança dum futuro que um dia virá,
Fé é a coragem de acreditar sem esmorecer,
Que tudo o que esperamos um dia acontecerá.
David Fontaine

A Graça de Deus

“A graça é amor operando a redenção, amor que persiste apesar do pecado, amor descendo ao nível do indigno e culpado”.
(Champion– teólogo)

O que é a graça?

A palavra graça vem do grego “caris”, que significa aquilo que em si desperta alegria, encanto, doçura, prestígio, aceitabilidade. O nome também significa favor que se recebe, ou que se dá. Em um sentido mais amplo, denota: espontaneidade, generosidade, benevolência, favorecimento gratuito, amor imerecido.

Dessa forma a graça nunca incorre em dívida. O que Deus concede, concede-o como favor; nunca podemos recompensá-lo ou pagar-lhe. A salvação sempre é apresentada como dom, um favor não merecido, impossível de ser recompensado; é um benefício legítimo de Deus (Rm 6:23). O serviço cristão portanto, não é pagamento pela graça de Deus; serviço cristão é um meio que o crente aproveita para expressar sua devoção e amor a Deus. “nós o amamos porque ele primeiramente nos amou” (Ap. João).

A graça é a transação de Deus com o homem, absolutamente independente da questão de merecer ou não merecer. “Graça não é tratar a pessoa como merece, nem tratá-la melhor do que merece”, escreveu L.S. Chafer. “É tratá-la graciosamente sem a mínima referência aos seus méritos. Graça é amor infinito expressando-se em bondade infinita”. Devemos evitar certo mal-entendido. Graça não significa que Deus é de coração tão magnânimo que abranda a penalidade ou desiste dum justo juízo. Sendo Deus o soberano perfeito do universo, ele não pode tratar indulgentemente o assunto do pecado, pois isso depreciaria sua perfeita santidade e justiça. A graça de Deus aos pecadores revela-se no fato de que ele mesmo, pela expiação de Cristo, pagou toda a pena do pecado. Por conseguinte, ele pode justamente perdoar o pecado sem levar em conta os merecimentos ou não merecimentos. Os pecadores são perdoados, não porque Deus seja benigno para desculpar os pecados deles, mas porque existe redenção mediante o sangue de Cristo. (Rm 3:24, Ef 1:6). Os pregadores modernistas erram nesse ponto; pensam que Deus por sua benignidade perdoa os pecados; entretanto, seu perdão baseia-se na mais rigorosa justiça. Ao perdoar o pecado, “Ele é fiel e justo” (IJo 1:9). A graça de Deus revela-se no fato de haver Ele provido uma expiação pela qual pode ser justo e justificador e ao mesmo tempo manter sua santa e imutável lei]. (extraído do livro: “Conhecendo as doutrinas da Bíblia” – Myer Pearlman)

Uma reflexão sobre graça comum e graça suficiente

Há uma única palavra que abrange todas as riquezas que encontramos em Cristograça. Que palavra magnífica! Ela é usada mais de 170 vezes no Novo Testamento, para referir-se ao favor divino conferido a pessoas que não o merecem. É o meio pelo qual recebemos todas as bênçãos materiais e espirituais. Em alguma medida, até mesmo os incrédulos se beneficiam da graça de Deus. Os teólogos chamam isso de “graça comum” porque é comum a toda humanidade. A graça comum é o constante cuidado de Deus por toda a criação suprindo as necessidades de suas criaturas. Através da graça comum, Deus livra a humanidade da completa devassidão e mantém a ordem e algum senso de beleza, moralidade e bondade na consciência da sociedade. Os cristãos, entretanto, recebem “maior graça” (Tg 4:6).

Para nós a graça de Deus é inexaurível e ilimitada, incluindo tudo a respeito das provisões todo-suficientes em Jesus Cristo. Pela graça somos salvos (Ef 2:8) e nos mantemos firmes (Rm 5:2). A graça sustenta a nossa salvação, dá-nos vitória na tentação e ajuda-nos a suportar o sofrimento e a dor. A graça nos ajuda a entender a Palavra e a aplicá-la com sabedoria ás nossas vidas, nos conduz á comunhão e à oração, capacitando-nos a servir ao Senhor eficazmente. Em suma, existimos e estamos firmes no ambiente da graça toda-suficiente.

Características da graça

Þ                A graça é eterna
Þ                A graça é supremamente rica
Þ                A graça é soberana

No Antigo Testamento, Deus revelou-se como o Deus da graça e misericórdia, demonstrando amor para com o seu povo, não porque este merecesse, mas por causa da fidelidade de Deus à sua promessa feita a Abraão, Isaque e Jacó (Êx 6:9). Os escritores bíblicos dão prosseguimento ao tema da graça como sendo a presença e o amor de Deus em Cristo Jesus, transmitidos aos crentes pelo Espírito Santo e que lhes outorga misericórdia, perdão, querer e poder para fazer a vontade de Deus (Jo 3:16, 1 Co 15:10,  Fp 2:13, 1Tm 1:15,16).

Toda atividade da vida cristã, desde o seu início até o fim, depende desta graça divina:

a)     Deus concede uma medida da sua graça como dádiva aos incrédulos (1 Co 1:4, 1 Co 15:10), a fim de poderem crer no Senhor Jesus Cristo (Ef 2:8,9, Tt 2:11; Tt 3:4).

b)     Deus concede graça ao crente para que seja “liberto do pecado” (Rm 6:20,22), para que nele opere “tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade” (Fp 2:13, Tt 2:11,12, Mt 7:21), para orar (Zc 12:10), para crescer em Cristo (2Pe 3:18) e para testemunhar de Cristo (At 4:33;11:23). 

c)      Devemos diligentemente desejar e buscar a graça de Deus (Hb 4:16). Alguns dos meios pelos quais o crente recebe a graça de Deus são: estudar as Escrituras Sagradas e obedecer aos seus preceitos (Jo15:1-11;20:31, 2Tm 3:15), ouvir a proclamação do evangelho (Lc 24:47, At 1:8, Rm 1:16, I Co 1:17,18), orar (Hb 4:16, Jd vs.20), jejuar (Mt 4:2;6:16), adorar a Cristo (Cl 3:16); estar continuamente cheio do Espírito Santo (Ef 5:18).

d)     A graça de Deus pode ser resistida (Hb 12:15), recebida em vão (2Co 6:1), apagada (ITs 5:19), anulada (Gl 2:21) e abandonada pelo crente (Gl 5:4).

Porque eu preciso da graça?

ü      Para ser salvo (Ef 2:8,9, Rm 5:15, Tt 2:11)
ü      Para ser justificado por meio dela (Rm 3:23,24, Rm 5:20,21)
ü      Para nos livrar da lei do pecado e da morte (Rm 8:1-3)

Quais os benefícios que a graça de Deus nos concede?

Salvação (Ef 2:8,9), vida (Sl 63:3), vitória (Co 15:57)


ü Graça é um dom de Deus, uma dádiva, um presente.
ü Graça é a disposição de Deus de abençoar os homens, mesmo não sendo estes merecedores.
ü Graça é a bondade de Deus manifesta aos homens.
ü Graça é a vida dada graciosamente ao que nele crê.
ü Graça é Deus amando espontaneamente e generosamente aqueles que não merecem amor, enviando seu Filho para a salvação de pecadores.

 FÉ E GRAÇA

"Para que, assim como o pecado reinou na morte, também a graça reinasse pela justiça para a vida eterna, por Jesus Cristo nosso Senhor." (Romanos 5:21)
A salvação é um dom da graça de Deus, mas somente podemos recebê-la em resposta à fé, do lado humano.
Para entender corretamente o processo da salvação, precisamos entender essas duas palavras: FÉ e GRAÇA.
A fé em Jesus Cristo é a única condição prévia que Deus requer do homem para a salvação. A fé não é somente uma confissão a respeito de Cristo, mas também uma ação dinâmica, que brota do coração do crente que quer seguir a Cristo como Senhor e Salvador (cf. Mt 4.19; 16.24; Lc 9.23-25; Jo 10.4, 27; 12.26; Ap 14.4).

1.O conceito de fé no Novo Testamento abrange quatro elementos principais:

    2.1. Fé significa crer e confiar firmemente no Cristo crucificado e ressurreto como nosso Senhor e Salvador pessoal (ver Rm 1.17 ). Importa em crer de todo coração (At 8.37; Rm 6.17; Ef 6.6; Hb 10.22), ou seja: entregar a nossa vontade e a totalidade do nosso ser a Jesus Cristo tal como Ele é revelado no NT.
    2.2. Fé inclui arrependimento, i.e., desviar-se do pecado com verdadeira tristeza (At 17.30; 2Co 7.10) e voltar-se para Deus através de Cristo. Precisa ter fé mais arrependimento (At 2.37,38; ver Mt 3.2,  sobre o arrependimento).
    2.3. A fé inclui obediência a Jesus Cristo e à sua Palavra, como maneira de viver inspirada por nossa fé, por nossa gratidão a Deus e pela obra regeneradora do Espírito Santo em nós (Jo 3.3-6; 14.15, 21-24; Hb 5.8,9). É a “obediência que provém da fé” (Rm 1.5). Logo, fé e obediência são inseparáveis (cf. Rm 16.26). A fé sem uma busca dedicada da santificação é ilegítima e impossível
    2.4. A fé inclui sincera dedicação pessoal e fidelidade a Jesus Cristo, que se expressam na confiança, amor, gratidão e lealdade para com Ele. A fé, no seu sentido mais elevado, não se diferencia muito do amor. É uma atividade pessoal de sacrifício e de abnegação para com Cristo (cf. Mt 22.37; Jo 21.15-17; At 8.37; Rm 6.17; Gl 2.20; Ef 6.6; 1Pe 1.8).

2. A fé em Jesus como nosso Senhor e Salvador é tanto um ato de um único momento, como uma atitude contínua para a vida inteira, que precisa crescer e se fortalecer (ver Jo 1.12 ). Porque temos fé numa Pessoa real e única que morreu por nós (Rm 4.25; 8.32; 1Ts 5.9,10), nossa fé deve crescer (Rm 4.20; 2Ts 1.3; 1Pe 1.3-9). A confiança e a obediência transformam-se em fidelidade e devoção (Rm 14.8; 2Co 5.15); nossa fidelidade e devoção transformam-se numa intensa dedicação pessoal e amorosa ao Senhor Jesus Cristo (Fp 1.21; 3.8-10; ver Jo 15.4 ; Gl 2.20 ).
GRAÇA
No Antigo Testamento Deus revelou-se como o Deus da graça e misericórdia, demonstrando amor para com o seu povo, não porque este merecesse, mas por causa da fidelidade de Deus à sua promessa feita a Abraão, Isaque e Jacó (ver Êx 6.9 ; ver os estudos A PÁSCOA e O DIA DE EXPIAÇÃO). Os escritores bíblicos dão prosseguimento ao tema da graça como sendo a presença e o amor de Deus em Cristo Jesus, transmitidos aos crentes pelo Espírito Santo, e que lhes outorga misericórdia, perdão, querer e poder para fazer a vontade de Deus (Jo 3.16; 1Co 15.10; Fp 2.13; 1Tm 1.15,16). Toda atividade da vida cristã, desde o seu início até o fim, depende desta graça divina.

1. Deus concede uma medida da sua graça como dádiva aos incrédulos (1Co 1.4; 15.10), a fim de poderem crer no Senhor Jesus Cristo (Ef 2.8,9; Tt 2.11; 3.4).
2. Deus concede graça ao crente para que seja “liberto do pecado” (Rm 6.20, 22), para que nele opere “tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade” (Fp 2.13; cf. Tt 2.11,12; ver Mt 7.21,  sobre a obediência como um dom da graça de Deus), para orar (Zc 12.10), para crescer em Cristo (2Pe 3.18) e para testemunhar de Cristo (At 4.33; 11.23).
3. Devemos diligentemente desejar e buscar a graça de Deus (Hb 4.16). Alguns dos meios pelos quais o crente recebe a graça de Deus são: estudar as Escrituras Sagradas e obedecer aos seus preceitos (Jo 15.1-11; 20.31; 2Tm 3.15), ouvir a proclamação do evangelho (Lc 24.47; At 1.8; Rm 1.16; 1Co 1.17,18), orar (Hb 4.16; Jd v. 20), jejuar (cf. Mt 4.2; 6.16), adorar a Cristo (Cl 3.16); estar continuamente cheio do Espírito Santo (cf. Ef 5.18) e participar da Ceia do Senhor (cf. At 2.42; ver Ef 2.9,  sobre como opera a graça).

4. A graça de Deus pode ser resistida (Hb 12.15), recebida em vão (2Co 6.1), apagada (1Ts 5.19), anulada (Gl 2.21) e abandonada pelo crente (Gl 5.4).


FONTE:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

OLA!.EU SOU MARCIO DE MEDEIROS-PROF.DO SETEF,SEJA BEM VINDO AO NOSSO BLOG.JESUS TE AMA E MORREU POR VOÇÊ!!!.
TEMOS,1 SITE DESTINADO A CULTURA GERAL , OUTRO SITE DESTINADO À ASSUNTO BÍBLICOS E UM OUTRO SITE DESTINADO À ENTRETENIMENTO,TEMOS:JOGOS,FILMES,DESENHOS ETC.USE OS LINKS ABAIXO PARA VISITAREM OS SITES.TEMOS 3 SITES E 1 BLOG.BOM PROVEITO!.

https://sites.google.com/
http://www.prof-marcio-de-medeiros.webnode.com/
http://profmarcio.ucoz.com